Mitos e verdades sobre a cirurgia plástica

Na hora de fazer uma cirurgia plástica, além da escolha do procedimento, é preciso estar bem informado quanto aos resultados oferecidos por cada procedimento. Segundo o médico cirurgião plástico, Bruno Legnani, as pacientes buscam resultados, muitas vezes, incompatíveis com seus corpos.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), cerca de 30% dos pacientes são rejeitados pelos cirurgiões plásticos por não terem expectativas reais. “É importante ser honesto sobre o que se espera, falar dos seus hábitos de vida e do tempo que terá para a recuperação, para planejar a cirurgia e escolher o melhor procedimento para cada caso”, afirma Legnani.

Confira os mitos e verdades da cirurgia plástica, para realizar o procedimento com mais segurança e assertividade:

Cirurgia plástica exige preparo

VERDADE – O preparo pré-operatório é tão importante quanto o pós-operatório. Hábitos saudáveis, evitar o tabagismo por pelo menos 30 dias do procedimento, manter o peso adequado e realizar todos os exames solicitados pelo médico são essenciais para a segurança do procedimento. No pós-operatório, é preciso seguir as recomendações médicas, tomar os medicamentos e respeitar o período de recuperação indicado.

Lipoaspiração emagrece

MITO – A cirurgia de lipoaspiração retira a gordura do local operado, mas não elimina o peso. A vantagem é que o local lipoaspirado geralmente não acumula mais gordura, isso se a paciente mantiver o peso e os hábitos saudáveis de vida. As pacientes precisam estar cientes que engordar ou emagrecer muito antes de uma cirurgia plástica pode afetar o resultado final. Não devem ser realizadas cirurgias estéticas em pacientes com IMC acima de 30.

Lipoaspiração combate a flacidez

DEPENDE – A cirurgia em si trata apenas a gordura localizada. Hoje, temos à disposição o Renuvion, equipamento de alta tecnologia focado no tratamento da flacidez de pele. Com uma tecnologia de radiofrequência e plasma aplicada ao final da lipoaspiração, o equipamento promove retração do tecido, no plano da pele e subcutâneo, e oferece um pós-operatório mais tranquilo, menos doloroso e até 80% de retração da pele flácida.

Cirurgia deixa o abdômen definido

VERDADE – Uma barriga definida pode sim ser o resultado de uma cirurgia plástica. A técnica se chama lipoaspiração 3D ou lipoaspiração de alta definição, e tem como objetivo esculpir o corpo com um resultado que se assemelha ao de muita malhação. Segundo Legnani, além de reduzir a gordura corporal, a lipo 3D consegue um resultado bem satisfatório para definição do corpo. Porém, a técnica não é indicada para pessoas com muita flacidez, ou que estejam muito acima do peso.

Apenas o silicone aumenta o seio

MITO – É possível fazer o preenchimento do seio com a lipoenxertia – cirurgia plástica que usa a gordura do próprio paciente para remodelar uma região do corpo ou preencher áreas que sofreram perda de volume. Porém, nesses casos, não é possível conquistar a projeção do silicone, já que a gordura utilizada não possui consistência e firmeza.

Posso ficar parecida com outra pessoa

MITO – Muitas pacientes chegam no consultório com uma foto de redes sociais ou de uma revista como desejo de consumo. Cada corpo possui uma anatomia única e seguir um determinado padrão não é possível em muitos casos, o que tornaria o resultado muito artificial. O importante é o paciente e o médico estarem confortáveis com a decisão.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui