5 dicas para usar almofadas na decoração

Ieda e Carina Korman, do Korman Arquitetos, reuniram dicas e inspirações sobre o tema

Ieda e Carina Korman, do Korman Arquitetos, reuniram dicas e inspirações sobre o tema
Almofadas podem contribuir para a personalidade do projeto, como feito nesse ambiente do Korman Arquitetos. Foto: Gui Morelli

Seja para trazer cor, personalidade ou ajudar no conforto, as almofadas são muito versáteis e perfeitas para incrementar o décor de um projeto. “Um dos acessórios mais procurados, elas têm a vantagem de poderem facilmente receber uma roupagem diferente, atualizando a decoração do lar sem muito esforço”, dizem as arquitetas Ieda e Carina Korman, a frente do Korman Arquitetos.

Onde dispor

5 dicas para usar almofadas na decoração
Almofadas são ótimas pedidas para deixar varandas confortáveis, como Ieda e Carina Korman fizeram nesses projetos. Fotos: Gui Morelli

Disponíveis em diversas cores, formatos, tecidos e texturas, as almofadas decorativas podem ser utilizadas em todos os ambientes. “O mais comum é vê-las sobre os sofás e poltronas, mas elas também podem levar aconchego à varandas e camas ou ainda protagonizar um cantinho de relaxamento”, explicam as arquitetas. No caso de áreas externas descobertas, é importante se atentar ao tecido correto, resistente à chuva e ações do tempo.

Cores e estampas

5 dicas para usar almofadas na decoração
Ieda e Carina Korman indicam combinar almofadas lisas e estampadas para uma bela composição. Foto: Gui Morelli

Por se tratar de um acessório, as almofadas permitem um toque de ousadia quando o assunto é cor. “É uma ótima forma de trazer vida para ambientes mais sóbrios ou com base neutra”, opinam. Tons mais vibrantes, que não ficariam bons em paredes, podem fazer uma composição bastante moderna nas almofadas. “Em caso de composições de almofadas lisas e estampadas, uma dica é sempre considerar a paleta de cores da própria estampa. Assim, consegue-se harmonia”, indicam. Como é simples trocar capas de almofadas, Ieda e Carina Korman afirmam que é possível pensar até mesmo em um décor que acompanha as estações, com tons mais quentes e terrosos no outono, por exemplo, e cores mais leves nos dias de calor. “Outra dica é se atentar ao estofado que a almofada será apoiada. Se o sofá for liso, é simples trabalhar com estampas na almofada. Caso contrário, o melhor é que elas sejam lisas e em tons que já estejam presentes no mobiliário”.

Principais texturas

Quando o assunto são texturas e tecidos, o universo das almofadas é vasto. “É possível até mesmo misturar almofadas de diferentes tecidos, criando uma composição rica”, diz Ieda Korman. Dentre os tecidos mais procurados, o veludo, suede, seda e microfibra são os melhores. “Também existem almofadas de lã, por exemplo, perfeitas para os dias de inverno”, afirmam.

Como combinar

Não existem regras na hora de combinar almofadas decorativas, mas algumas dicas podem fazer a composição ficar mais elegante. “Apostar em almofadas de tamanhos diferentes é, além de tendência, uma forma de ganhar mais funcionalidade e opções de uso”, dizem.

Disposição das almofadas

5 dicas para usar almofadas na decoração
Para tornar esse projeto confortável, o número de almofadas sobre o sofá fez toda a diferença. Foto: JP Image

Por fim, saber como dispor as almofadas é essencial para uma boa composição. “O ideal é começar a posicioná-las das laterais para o centro e, sempre que possível, priorizar por um número ímpar de almofadas”, indicam as profissionais do Korman Arquitetos. Almofadas maiores servem de apoio, deixando as menores na frente, como destaque. “Outro bom truque é dispor sempre uma almofada a mais do que o número de assentos do sofá”, diz Ieda Korman. Assim, um sofá de quatro lugares receberia cinco almofadas. “Em poltronas, por sua vez, o ideal é colocar no máximo duas almofadas”.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui