DB1 Global Software tem crescimento exponencial em 2021

Na missão de ser a extensão transformadora dos clientes, a DB1 Global Software cresceu 37% em faturamento em 2021 e passou a atender praticamente 20% dos unicórnios brasileiros.

Com o posicionamento de ser a extensão transformadora dos clientes, a DB1 Global Software, uma empresa do Grupo DB1 especializada no desenvolvimento de software com uso das melhores tecnologias e uma postura consultiva baseada em metodologias ágeis, anuncia o balanço dos negócios em 2021 com quatro unicórnios em seu portfólio e três clientes internacionais em seu portfólio.

A empresa cresceu 37% em faturamento em relação ao ano anterior, sendo responsável por 52% do faturamento de todo o grupo. Para dar conta do crescimento e da complexidade dos projetos, a DB1 Global Software ampliou sua equipe em 32%.

A empresa experimentou ainda um crescimento de aproximadamente 20% na carteira de clientes, sendo um terço apenas de clientes internacionais.

Qualidade e assertividade no desenvolvimento de software são pilares indiscutíveis e inegociáveis. Por isso, a DB1 Global Software compartilha com seus clientes os KPIs de seu trabalho, incluindo uma taxa de assertividade na entrega de 97,1%, uma taxa total de erro percebido pelo cliente de 0,7% (abaixo da média do mercado) e uma taxa de satisfação do cliente de 91%.

Em 2021, a empresa foi listada pela Clutch, uma plataforma de avaliação e ranqueamento de empresas B2B baseada em Washington, DC, entre as Top 100 empresas com crescimento rápido e sustentável. Para David Santos, CEO da DB1 Global Software, “este prêmio significa que a nossa estratégia de focar em ótimos funcionários, nos resultados de clientes e no ROI está correta. O crescimento será uma consequência natural”.

A empresa de Maringá, um dos maiores polos de TI do sul do país, cresce exponencialmente e cria plataformas de tecnologia para grandes empresas como XP, Avenue, AL5 Bank, Banco Fator, Brainworks, Kyani, Omni, Plaenge, Treetech, BRk, Creditas e Zoop, entre outras.

Dentre tantos projetos desenvolvidos em 2021, a consultoria prestada aos unicórnios brasileiros merece destaque. São eles: EBANX, MadeiraMadeira, Creditas e Stone Linx. As empresas consideradas unicórnios são startups avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares antes de abrir seu capital em bolsas de valores.

De acordo com David Santos, o crescimento em 2021 e a ampla conquista de confiança das maiores startups do país demonstram o comprometimento da empresa com as mais modernas metodologias, transparência total em cada projeto e o propósito de entregar valor aos clientes. “Ser a extensão transformadora do cliente é nossa missão e, para isso, contamos com um time altamente capacitado que realmente ‘veste a camisa’ de cada cliente e dá tudo de si para realizar entregas de impacto. Mais do que entregar no prazo e com qualidade, buscamos realmente ajudar nossos clientes em seus objetivos. Queremos apoiar ativamente cada empresa, unicórnio ou não, a se tornar cada vez mais competitiva”, afirma.

Novo Head Internacional

Em setembro de 2021 a empresa anunciou Mateus Hernandes Rodrigues como seu novo Head Internacional para dar sustentação ao crescimento exponencial e à internacionalização da empresa.

Para Mateus, os principais desafios da DB1 Global Software são a ampliação da credibilidade no mercado americano, a busca por mão de obra qualificada fora do Brasil e a garantia da escalabilidade das operações, cuja meta é crescer 50% até o final de 2022, com foco em projetos de grande porte no mercado americano. A empresa atua nos Estados Unidos desde meados de 2020, atendendo clientes como Kyani e Brainworks.

Entre as metas para 2022 estão a prospecção de novos leads e clientes no exterior, o aumento de visibilidade em plataformas de networking, participação na publicação de artigos em revistas bem-conceituadas de todo o mundo e a estruturação da operação nos Estados Unidos a fim de melhorar a competitividade da DB1 e proporcionar experiências de intercâmbio profissional para seus colaboradores.

Novas frentes de trabalho

A empresa anunciou também Eriston Diego Galdino Pedro como novo Head de Team Partnership, e Edson Marco Ferrari Junior como novo Head de Consulting Services.

Com o anúncio das novas verticais, a empresa reformula o modelo de atuação junto aos clientes. Até então, os profissionais da DB1 Global Software trabalhavam no modelo de consultoria tradicional junto aos clientes, com o gerenciamento do backlog, gerenciamento das pessoas e das entregas.

Agora, com as duas novas frentes será possível atender cada cliente de forma personalizada, de acordo com as necessidades de cada projeto.

Consulting Services

Para Edson Marco Ferrari Junior, o novo Head de Consulting Service, a área reforçará a postura consultiva diante do mercado, além de garantir a longevidade da cultura DB1.

“A vertical de Consulting Services tem como missão fortalecer o posicionamento da DB1 como uma empresa detentora de conhecimento. Enquanto o Team Partnership visa complementar a estratégia do cliente, o Consulting Services faz parte da definição dessa estratégia. Entendemos o problema, criamos e implementamos a solução”, define Edson.

“Para 2022, a meta do Consulting Services é a formação de novas parcerias com empresas que tenham potencial de crescimento e necessitem da expertise técnica e de gestão da DB1 para sustentar e potencializar este crescimento. Outro objetivo importante é fortalecer as parcerias atuais, aumentando o nosso envolvimento cada vez mais na estratégia de nossos clientes, além de incrementar nossos programas de formação, atração e retenção de talentos, pilares fundamentais para um mundo cada vez mais digital e tecnológico”, conclui Edson.

Team Partnership

Essa nova vertical visa atender aquelas empresas que precisam de capacidade adicional para o desenvolvimento de software presando pela qualidade. Elas mesmas gerenciam o projeto com a expertise do pessoal da DB1.

De acordo com Eriston, o novo Head de Team Partnership da DB1 Global Software, a atuação da nova frente vai muito além da terceirização dos profissionais necessários para cada projeto e foi criada justamente para atender uma necessidade do mercado.

“A gente se importa muito com as pessoas e com o trabalho que elas entregam. Os nossos profissionais trabalham dentro do cliente no modelo deles, porém com uma gestão de pessoas nossa, com feedback e reajustes salariais frequentes, interação virtual e presencial com o restante da nossa equipe e a disseminação dos nossos valores e cultura”, garante o executivo.

“Os meus maiores desafios como Head de Team Partnership são não deixar que os nossos profissionais que atuam muito mais tempo diretamente com o cliente percam a cultura da DB1 e ajudá-los a continuar realizando as entregas dentro do prazo combinado e com qualidade acima da média do mercado”, explica Eriston.

“A meta para 2022 é duplicar a operação, tanto em número de clientes, quanto no tamanho das equipes já existentes dentro dos clientes”, finaliza o executivo.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui