Mês da liquidação: especialista em marketing e negócios dá dicas para preparar seu estabelecimento e vender mais

Após as festas de fim de ano, começam as tão esperadas promoções. Online ou físicas, muitos consumidores esperam o mês de janeiro para comprar, desde itens de necessidade, como aqueles de sonho de consumo. “É uma ótima oportunidade para avaliar o estoque da empresa, analisar quais itens podem ser liquidados com um desconto maior, e levantar caixa para começar o ano com o saldo positivo”, afirma o especialista em marketing e estratégia de negócios, Frederico Burlamaqui.

Nessa época, as vendas concorrem com contas fixas altas, como impostos, IPVA, material escolar, entre outros. “Os dois lados precisam ganhar: a empresa, liquidando seu estoque e gerando caixa, e o consumidor, com ofertas realmente atrativas”, afirma.

Para que possam fazer boas promoções, a organização interna da empresa deve levar em consideração os dados de estoque, fluxo de caixa, planejamento de compras e treinamento da equipe. “É preciso avaliar quais itens podem ser vendidos com uma margem de lucro mais baixa, sem afetar a saúde financeira da empresa. Esse também é um ótimo momento para queimar estoque de produtos que não tiveram muita saída, e estão apenas ocupando espaço”, explica.

            Bulamarqui alerta que períodos de liquidação, como o mês de janeiro, a promoção de inverno e a Black Friday, são importantes para fidelizar os clientes. “Não adianta tentar enganar o consumidor com promoções que não são reais. É preciso que o desconto seja verdadeiro, pois o cliente conhece os preços de mercado e promoções inverídicas afetarão a credibilidade da marca, mesmo em períodos de preços normais”, alerta.

            O especialista lembra que quando o cliente encontra promoções reais, muitas vezes acaba comprando outros itens, seja na venda física ou online. “Promoções progressivas também são grandes aliadas das empresas, quanto mais o cliente comprar, maior o desconto. É possível também integrar preços promocionais com preços habituais, mesmo em promoções progressivas, justamente porque o cliente tende a comprar mais de um item.  A empresa consegue vender mais, e liberar espaço no estoque para receber novos produtos”, indica.

            Comunicar o consumidor da liquidação, conhecer o cliente e suas preferências, antecipar promoções e dar prioridade para clientes fiéis são alternativas que além de aumentar as vendas, trazem a fidelização do cliente. “O controle pós-vendas e cadastro de clientes são um dos bens mais valiosos de uma empresa. Esteja atento ao feedback, avaliações e antecipe as soluções, considerando cada cliente como único. É preciso encontrar ferramentas para fidelizar clientes, com o volume de concorrentes e nível de competitividade cada vez maior”, finaliza Burlamaqui.

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui