Os perigos de se romper a cadeia logística   

O que acontece quando se corta o pneu da bicicleta? O ciclista não vai conseguir se movimentar e, se tentar pedalar, a queda será imediata. Acontece o mesmo com outro círculo, o da cadeia logística. E a complexidade logística vai além de borracha e aros de metal e os problemas podem envolver a falta de embalagens inadequadas, atraso no envio dos pedidos para os PDVs e até mesmo as temidas falta de funcionários:

“A queda acontece quando qualquer engrenagem desde ciclo falha e este é o problema. Quando não há controle do que está acontecendo por falta de gerenciamento e de acompanhamento dos pedidos, não é apenas o estoque que será afetado, mas a empresa inteira,  transformando operações que deveriam fluir perfeitamente em verdadeiros pesadelos” exemplifica Renato Pádua, Gerente Comercial da CWBem.

O maior problema na avaliação do especialista é que a empresa está focada em produzir seus produtos, ou pelo menos deveria. É um desgaste desnecessário destinar tempo para resolver estoque e entrega sendo que qualquer quebra do círculo vei gerar estresse para resolver:

“Por este motivo é que a procura por soluções terceirizadas em logística vem crescendo. As empresas não desejam lidar com problemas deste porte, elas já tem muito com o que se preocupar com sua linha de produção, estratégias de marketing e análise de concorrência. É preciso desafogar o gestor responsável pela cadeia de produção e distribuição, e a melhor solução é apostar em projetos especiais que melhoram gerenciamento e acompanhamento dos pedidos

Estoque em dia
O especialista aponta o controle do estoque como a pedra fundamental para manter a engrenagem logística rodando sem problemas. Prática importante da cadeia logística, o estoque é responsável por armazenar todos os itens que serão comercializados e, se os materiais parados implicam custos de armazenagem, prejudica a data de validade de produtos perecíveis e compromete o capital de giro.

O outro lado da moeda também é complicado. A insuficiência de insumos e produtos finalizados prejudica a produção e a entrega no prazo dos pedidos.  O começo do ciclo logístico é o estoque. Se falhar no começo, o ciclo já nasce quebrado e as chances de retomar o controle são remotas.:

“A grande questão é saber até quando as empresas vão dispensar soluções práticas e torcerem pela melhor sorte. Contar com a sorte sem ter como resolver possíveis problemas de quebra de ciclo logístico é pedir para que algo saia errado” completa Renato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui