MASM se inspira nos desejos das madrugadas para criar o sensual e climático EP “MOTELWAVE”

Após chamar atenção com os álbuns “Maré Rasa” e “O Ano do Cachorro”, MASM segue como um dos mais inventivos projetos eletrônicos da cena underground brasileira. Liderado pelo alagoano Matheus Accioly, o trabalho ganha uma nova faceta com o EP “MOTELWAVE”. Pensado como uma coleção de canções climáticas e como uma trilha quase cinematográfica para as madrugadas, o novo álbum é um reencontro do próprio artista consigo mesmo, assumindo toda a concepção, produção, voz, letras, mixagem e capa. Além disso, o EP estreia nas plataformas acompanhado de um clipe – também assinado por MASM – para a sua faixa-título.

Da vontade de realizar um trabalho que fosse totalmente um reflexo de seu criador, surgiu “MOTELWAVE”. A ideia era eliminar interferências externas e resgatar influências do começo da carreira de Matheus, em particular vaporwave e a bossa nova usada de forma irônica.

“Quis ver até onde eu conseguia ir com esse conceito vaporwave/sexy/jazz/madrugada na noite cyberpunk e saíram essas 4 músicas novas. Junto a elas, criei interludes de vaporwave tradicional para dar ao EP uma sensação atmosférica e cinematográfica, com músicas de introdução e fechamento como vinhetas de um episódio de TV. Quis experimentar com manipulações vocais e cantar num tom mais suspirado, algo que eu nunca tinha feito”, analisa MASM.

O conceito narrativo surge nas letras. Entre “Intro” e “Outro” instrumentais, “MOTELWAVE” conta com seis faixas onde o eu-lírico percorre uma jornada pessoal. “MANIFESTO 5022” age como uma apresentação do personagem, onde o artista coloca suas reflexões políticas e declarações pessoais que contextualizam a criação do EP. No processo, acaba descrevendo minha sua visão paradoxal de um futuro distópico e cyberpunk, porém mais livre do que temos agora.

Na faixa- título “MOTELWAVE” aparece a letra mais explicitamente sexual de MASM até o momento, com menções a flertes, corpos em corpos, poliamor e um chamado para a loucura. Em “POST-US CLARITY”, Matheus descreve o fim de um relacionamento em palavras diretas e convida o antigo parceiro a questionar se a verdade que ele vive é absoluta. Finalmente, em “SAUNA (CURTIR A ÁGUA)” o personagem suspira aliviado sobre o fim do que passou e celebra o novo, em que todas as suas versões são acolhidas e respeitadas pelo parceiro atual.

“O EP como um todo representa a redescoberta da minha sensualidade por causa da introspecção da pandemia, a minha revolta com rótulos, um grito de independência artística, um olhar diferente para a própria nostalgia, com um pouco de fofoca sobre meus relacionamentos atuais”, se diverte.

MASM começou em 2016, quando lançou o single “Pedestais”. A faixa, que veio acompanhada de clipe filmado em Maceió, foi o primeiro passo para o lançamento, em setembro do mesmo ano, do álbum de estreia “Maré Rasa”, com influências de chillwave, vaporwave, synthpop e art rock.

Em 2018, já radicado em São Paulo, lançou o EP “Sexual / Presidenciável” com inéditas e remixes de faixas do “Maré Rasa” feitos por Dolphinkids e LOQvST. Em 2020, vieram o segundo disco, “O Ano do Cachorro”, e o single “SOLO”. Além disso, em 2021 o músico lançou seu primeiro cover: “Voyage Voyage”, releitura da música da cantora francesa Desireless, ícone do new wave nos anos 80. Também apareceu na parceria “Fly Away!”, com Skipaay.

Agora, MASM está pronto para uma nova fase. “MOTELWAVE” está disponível para streaming nas principais plataformas, e o clipe, no canal de YouTube do artista.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui