Turismo médico em alta em Curitiba

O turismo médico movimenta mais de 500 milhões de dólares por ano no mundo. São pessoas que saem de suas casas em busca de tratamentos, cirurgias plásticas e outros procedimentos voltados à saúde. Dados da MTA (Medical Tourism Association) apontam o Brasil como top 2 “Medical Tourism destination in the world”, ficando atrás apenas da Índia. Essa pesquisa mede a infraestrutura, logística e o atendimento clínico dos países, e sua capacidade de atender esse público.

Diante deste cenário, e considerando que os números brasileiros são ainda pequenos frente ao potencial do mercado, Curitiba (PR) tem se destacado e saído na frente. Além de ser referência no tratamento de câncer e sediar renomados centros hospitalares públicos como o Pequeno Príncipe, especializado em crianças e Hospital Erasto Gaertner, grandes investimentos estão sendo feitos para atrair pessoas interessadas no bem-estar e saúde.

Um exemplo é o Eco Medical Center. Com investimento total de R$ 120 milhões, será o primeiro complexo médico no Brasil com gestão centralizada e 100% voltado para a locação de espaços exclusivos para a área da saúde. Com inauguração prevista para abril de 2022, o empreendimento vai reunir mais de 30 especialidades médicas, o que vai facilitar a vida dos pacientes que poderão cuidar da saúde de forma preventiva em um só lugar, inclusive com a realização de exames e cirurgias de baixa e média complexidade.

De acordo com o CEO do Eco Medical Center, Patrick Gil, a projeção é atender até sete mil pacientes por dia, além de reunir cerca de 600 profissionais altamente qualificados, entre médicos e equipe de apoio da área da saúde. “Curitiba já é uma cidade que atrai muitos pacientes de todo Brasil, principalmente pelo corpo clínico de excelência e temperatura amena, que dá conforto durante a recuperação. O Eco Medical Center será mais um ponto chave no desenvolvimento e tratamento de pacientes com cuidados avançados na área da saúde”, comenta.

Hospedagem especializada

De acordo com o gerente-geral do Grand Mercure Curitiba Rayon, Fernando Kanbara, o fluxo de hóspedes de turismo médico tem sido uma fatia importante na ocupação do hotel.  “Pessoas de várias partes do país têm se hospedado em nosso hotel durante sua estada em Curitiba para realizar tratamentos de saúde. Isso se explica, além dos serviços diferenciados e da qualidade de nosso produto, por nossa localização estratégica na cidade. Temos acompanhado esse mercado com muita atenção para atender, cada vez mais e melhor, esse cliente”, afirma.

Kanbara explica que hóspedes do turismo médico precisam de cuidados especiais. “Nós oferecemos cardápios diferenciados para aqueles que necessitam, tomamos cuidado nos horários da limpeza e, sempre que necessário, também adaptamos o quarto para deixar o processo de recuperação o mais confortável possível”.

Sobre o Eco Medical Center: Com inauguração em Curitiba (PR) prevista para abril de 2022, será o primeiro complexo médico no Brasil com gestão centralizada e 100% voltado para a locação de espaços voltados à saúde. O empreendimento terá um mix com mais de 30 especialidades médicas que vão facilitar a vida dos pacientes que poderão cuidar da saúde de forma preventiva em um só lugar, inclusive com a realização de exames e cirurgias de baixa e média complexidade. Mais informações: www.ecomedicalcenter.com.br

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui