Versáteis e aconchegantes, mesas redondas são boas opções para quem pretende dar fluidez aos ambientes

Arquitetas do escritório Oliva Arquitetura avaliam como o formato agrega praticidade, conforto e sofisticação para o décor de copa/cozinha e salas de jantar

Versáteis e aconchegantes, mesas redondas são boas opções para quem pretende dar fluidez aos ambientes
Seja qual for o modelo, tamanho e material, as mesas redondas são móveis que, se bem escolhidas, acabam se tornando peças fundamentais na decoração de interiores. No projeto assinado pelas profissionais do Oliva Arquitetura, o formato, acompanhado por quatro cadeiras, foi o eleito para as refeições realizadas na cozinha| Foto: Julia Ribeiro

Na hora de escolher uma mesa para sala de jantar ou cozinha, podem aparecer algumas dúvidas em relação ao formato do móvel, já que a decisão pode influenciar diretamente na decoração e no conforto dos moradores. Sendo um dos modelos mais usados nas residências, a mesa redonda se destaca por seu charme e versatilidade, figurando tanto em ambientes grandes, como também os menores. Além disso, é uma ótima escolha para agregar aconchego e bem-estar, uma vez que esse estilo de mesa deixa o ambiente mais fluído e leve.

“A mesa redonda é bastante interessante, pois deixa o ambiente um pouco mais solto em comparação aos modelos quadrados e retangulares. Outro atributo que nos faz gostar dessa configuração é que os cantos arrendados abrem a possibilidade de acomodar mais pessoas no entorno da mesa. Em ocasiões pontuais, os moradores vivem o dilema de oferecer um espaço a mais para um convidado e essa mesa permite, com facilidade, a colocação de mais um assento”, comenta a arquiteta Fernanda Mendonça, sócia de Bianca Atalla no escritório Oliva Arquitetura.

Medidas da mesa redonda e materiais

Versáteis e aconchegantes, mesas redondas são boas opções para quem pretende dar fluidez aos ambientes
Neste projeto, as arquitetas do Oliva Arquitetura decidiram pelo móvel redondo justamente pela possibilidade de o morador agregar mais pessoas. Com isso, a deliberação pela peça baseou-se tanto com relação à forma, como pelo pé central que não incomoda as pernas daqueles que estão sentados | Foto: Jenifer Gimenez

As mesas arredondadas oferecem uma série de vantagens, mas para que isso não se reverta em problemas posteriores, é primordial avaliar algumas questões antes da compra. Uma delas diz respeito à dimensão da mesa, pois existem móveis de diferentes tamanhos que podem não harmonizar com o local onde será inserida. O diâmetro varia de acordo com a extensão do ambiente e do número de cadeiras. Em cômodos mais compactos e que acomodam poucas pessoas, uma mesa de 90 cm de diâmetro consegue atender bem as necessidades dos moradores. Já em ambientes maiores e com expectativa de receber um número maior de convidados, elas podem alcançar até 1,80m de diâmetro.

A escolha do material também deve ser analisada e, assim como todos os outros tipos, as redondas podem ser confeccionadas com diversas matérias-primas. Os modelos feitos de madeira ou pedra costumam ser as mais tradicionais e usuais, visto que se adequam aos vários estilos decorativos. Garantindo a sensação de amplitude e sofisticação, as de vidro são ótimas opções para locais menores por conta da leveza e transparência no material.

Estilo de decoração

Versáteis e aconchegantes, mesas redondas são boas opções para quem pretende dar fluidez aos ambientes
A escolha dessa mesa originou do intuito de propiciar mais fluidez para a sala de jantar da moradora. Para harmonizar com os outros móveis do cômodo, Fernanda e Bianca trabalharam com uma forma mais orgânica, que por sua vez foi refletida nas cinco posições de cadeiras | Foto: Julia Ribeiro

Por serem versáteis, as mesas arredondadas são capazes de harmonizar com qualquer estilo de decoração, porém cada material combina melhor com um estilo de décor. Segundo Bianca, mesas com materiais mais tradicionais, como por exemplo, o mármore, se adequam melhor em ambientes clássicos, enquanto para uma decoração com toques de modernidade ou no estilo industrial, as mesas com os pés metálicos são boas pedidas. Para um décor com uma essência mais rústica, mesas com tampo de madeira bruta fazem uma boa combinação e, se o projeto seguir uma atmosfera mais minimalista, o modelo Saarinen pode se encaixar melhor. “As mesas redondas, com o pé central, no estilo Saarinen, são verdadeiros coringas, haja vista praticamente se adequam a todos os estilos de decoração. Gostamos dela para executar um par bacana com cadeiras diferentes, um traço que apreciamos adicionar em nossos projetos”, comenta.

Versáteis e aconchegantes, mesas redondas são boas opções para quem pretende dar fluidez aos ambientes
Como a remoção da parede entre a cozinha e a sala, o espaço integrado ganhou uma generosa mesa de jantar. A composição mescla a sofisticação do tampo de mármore que foi circundado por cadeiras com assento e encosto em palhinha | Foto: Mariana Orsi

Onde posicionar?

Mesas redondas são mais convencionais em salas de jantar e cozinhas, porém elas não se restringem apenas a esses cômodos, tendo a possibilidade de empregá-las em qualquer ambiente. A forma pode se fazer presente como uma mesa de centro na sala de estar, lateral, de apoio ou, até mesmo, como móvel de cabeceira. Contudo, cada local requer um tipo de cuidado com móvel, visto que para área externa, o material de mesa deve ser resistente à chuva e ao sol. Já para ambientes internos, os tipos de material podem variar, mas se for empregada para outras funções, como um apoio para trabalho e estudo, o ideal é optar por materiais de fácil limpeza. “Curtimos trabalhar com essa forma justamente por trazer uma ideia espontânea e orgânica, que deixa o projeto mais solto, pontos que procuramos trazer sempre em nossas obras”, finaliza Fernanda.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui