Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais

Transmitindo e personalidade aos espaços, a cor é versátil e pode ser aplicada nos móveis, acessórios e objetos decorativos

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Com a paleta de cores claras como base, a arquiteta Carina Dal Fabbro investiu na distribuição de vários pontos de destaque em todo o ambiente utilizando um belíssimo gradiente de azuis. Com referências ao universo praiano marcadas em quadros e itens de decoração, o resultado da integração entre sala de estar e jantar ficou encantador! | Foto: Rafael Renzo

“Ter um sonho todo azul, azul da cor do mar…” é o que canta Tim Maia em “Azul da cor do mar” há mais de quatro décadas. E quem nunca sonhou em trazer a tranquilidade e a beleza das mais diversas tonalidades da cor para a decoração de um ambiente? Democrática a todos os estilos e versátil na hora de combinar com outras cores, o azul – segundo a psicologia das cores –, é a cor perfeita para agregar ares de relaxamento, harmonia, serenidade e até mesmo espiritualidade ao décor.

Entusiasta do uso da cor em seus projetos, a arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome, explica que as possibilidades de uso nos espaços são praticamente infinitas e atendem a todos os gostos e estilos. “Em primeiro lugar, estude o décor geral de sua casa e veja onde o azul cabe melhor. Uma parede pode ser pintada com o seu tom preferido ou receber um papel de parede bem bonito, mas caso você acredite que possa enjoar facilmente, aposte em elementos mais maleáveis e fáceis de serem trocados, como móveis soltos e objetos decorativos”, orienta a arquiteta.

Para inspirar e encorajar aqueles que ainda tem dúvidas de trazer o azul de vez para a décor, reunimos ambientes assinados por seu escritório:

1. Dormitório

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
No dormitório com saída para o terraço do apê garden, as faixas em azul decoram a parede e faz as vezes de cabeceira | Projeto Carina Dal Fabbro | Foto: Rafael Renzo

Para trazer um toque de personalização para este quarto, a arquiteta Carina Dal Fabbro apostou em uma solução supersimples e que pode ser reproduzida facilmente no melhor estilo Do it yourselfCom as tintas branca e azul, a arquiteta preparou uma parede listrada que fez toda a diferença no ambiente. Com a prancha de surf pendurada na parede, o quarto ganhou ainda uma jovialidade única e deixou evidente a paixão do jovem morador pelo mar.

2. Cloffice

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
A marcenaria deu vida ao armário que abriga o home office do morador. Para acessá-lo, basta abrir as folhas das portas | Projeto realizado pela arquiteta Marina Carvalho | Fotos: Evelyn Müller

Neste projeto, a arquiteta Marina Carvalho, à frente do escritório que leva seu nome, instalou um cloffice na área social do apartamento. Unindo os conceitos de closet home office, este armário hospeda o escritório de maneira confortável e com muito estilo. Quando as portas se fecham após o final do expediente, a bagunça de um dia intenso de trabalho fica totalmente escondida, facilitando o dia a dia. Executado com MDF, foi pintado de azul para dar um toque irreverente ao apartamento.

3. Sala de estar

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Na sala de estar assinada pela arquiteta Júlia Guadix, o azul se destaca na parede que recebe a TV e o rack. A cor ainda se faz presente na composição do tapete e na seleção de almofadas | Projeto Studio Guadix | Foto: Guilherme Pucci

A cor protagonista neste projeto assinado pela arquiteta Júlia Guadix, responsável pelo escritório Studio Guadix, não poderia ser outra se não o azul. Deixando tudo mais aconchegante e convidativo, como deve ser uma sala de estar, a cor foi aplicada na parede onde está instalada a TV e nas almofadas que contrastam com o tom claro do sofá. A cereja do bolo neste décor é o tapete que também segue na paleta de tons azuis e oferece ainda mais conforto para os momentos em frente à TV.

4. Lavabo

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Um lavabo pra lá de estiloso no projeto realizado por Carina Dal Fabbro | Foto: @buzinadeimagem por Herman Charles Christ

Uma decoração moderna e um pouco mais ousada foram os pedidos que Carina recebeu de seus clientes no momento do briefing deste lavabo. Com a cuba de apoio e o gabinete em pedra formando esta combinação clássica em p&b, o que chama a atenção e fez toda a diferença foi o papel de parede. Em tons contrastantes de azul e com um padrão de círculos em sua estampa, ele dá profundidade ao lavabo e o torna único.

5. Corredor monocromático

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Corredor monocromático em apto realizado pelo escritório Marina Carvalho Arquitetura | Foto: Evelyn Müller

Quando Marina optou por colorir todo o corredor de um tom sóbrio de azul, o que inclui o teto e as portas, já imaginava o grande efeito de luz que teria neste espaço. Criando um contraste de luz e sombra, a área se diferencia de um simples corredor e se transforma em um espaço monocromático que nos enche de vontade de ter em casa.

6. Brinquedoteca  

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Nichos assimétricos e nuances diversas de azul na brinquedoteca assinada por Carina Dal Fabbro | Foto: @buzinadeimagem por Herman Charles Christ

Para esta brinquedoteca, a arquiteta Carina Dal Fabbro precisava pensar em soluções que permitissem que as crianças tivessem livre acesso aos brinquedos e pudessem guardá-los com facilidade após um dia intenso de brincadeiras. O espaço, que fica no hall íntimo e foi criado graças a remoção do dormitório de serviços, teve a sua privacidade garantida graças a porta de correr azul instalada ao lado da estante, que também segue os tons de azul e cinza. Com nichos abertos e fechados em diferentes alturas, o móvel planejado comporta tudo que os pequenos precisam e mostra que é possível ter um espaço infantil livre de excessos e poluição visual.

7. Detalhes

Azul na decoração: 7 inspirações para usar, sem medo, na composição dos ambientes residenciais
Mesinha de cabeceira em projeto realizado pelo escritório Studio Guadix | Foto: Guilherme Pucci

O azul forte e cheio de personalidade da mesinha lateral faz um contraponto perfeito com o lambri de madeira clara, frente à parede revestida de tijolos aparentes. Esse trio é responsável por imprimir estilo e personalidade do quarto e mostra que as cores podem ser inseridas nos ambientes por meio de pequenos detalhes. Trazendo dinamismo para a cena, a mesinha lateral pode vir a colorir outros espaços da casa com o passar dos anos caso a moradora enjoe da peça ali ao lado da cama.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui