Como criar loja online sem se preocupar com programação

A necessidade de ajudar pessoas a colocarem seu negócio online foi o estopim para o nascimento do Farol do E-commerce, uma plataforma que ajuda empreendedores a inserirem seus negócios na internet. Este propósito foi  impulsionado quando a pandemia ganhou força e obrigou diversos negócios a sofrerem com o isolamento social e o motivo é simples: a loja virtual não fica em quarentena.

“Na pandemia, os negócios, infelizmente, tiveram que fechar, essa realidade não se aplica ao online. Se antes a pessoa ia até uma loja comprar uma garrafa, por exemplo, segurava, perguntava, etc, no online as informações tinham que ser precisas e responder perguntas que ainda nem foram feitas, mas é 24h, é 7 dias na semana” explica Keslen de Andrade Deléo, Consultora de Tecnologia do Farol do E-commerce.

No exemplo da garrafa, o produto precisa ter uma descrição detalhada, as qualidades físicas, se é térmica, a capacidade, se pode ir micro-ondas e as cores disponíveis: “O vendedor que vem da loja física tem dificuldade de compilar essas informações e no começo para uma vitrine virtual, com descrição e fotos, é uma grande dor”

Farol de luz para empreendedores
Por mais que todas as informações para começar uma loja online estejam na internet, Keslen entende que começar sem ajuda é complicado. O conceito é encurtar este caminho sem equívocos:

“Deixamos tudo pronto. O cliente compila as informações e o Farol faz a configuração inicial, entregando para o empreendedor a loja pronta para ele mesmo conduzir. Podemos realizar treinamentos para explicar como tudo funciona e essa etapa depende do tempo e do conhecimento deste empreendedor”.

Vendas online, sem complicação
Segundo a consultora, o empreendedor não quer – ou não possui tempo – para fazer a configuração da sua loja online. Seu objetivo é vender e, muitas vezes, designa um assistente da loja para operacionalização do online: 

“O empreendedor precisa cadastrar seus produtos a partir de uma planilha e decidir quais serão as formas de pagamento. Esta etapa é realizada pelo dono do negócio. Depois que a loja estiver preparada e publicada, é possível seguir cadastrando novos produtos e gerir as vendas e estoque através do sistema, sem complicação ou a necessidade de outros profissionais” completa a especialista.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui