Entenda porque a publicidade in-game cresce cada vez mais

publicidade in-game
Photo by SCREEN POST on Unsplash

Você já percebeu os anúncios que aparecem no seu videogame favorito? Pois bem, esse é um tipo de publicidade dinâmica conhecida como publicidade in-game, cada vez mais utilizada pelas marcas com o objetivo de aumentar a proximidade com o público e conectar-se com os consumidores. Também é uma oportunidade para os negócios estarem presentes em diferentes plataformas ao mesmo tempo.

Especialistas das áreas de marketing apontam que adotar estratégias inovadoras permite às empresas atingirem melhores resultados. Nesse sentido, a forma como a publicidade in-game é implementada pode ajudar as marcas na segmentação do público-alvo, tanto de forma demográfica quanto pelos interesses dos seus consumidores.

Para a divulgação de anúncios in-game, os dispositivos móveis e os aplicativos de videogames são os mais utilizados. E não é para menos: no Brasil, por exemplo, o número de usuários de videogames já ultrapassa os 67 milhões de pessoas e, na América Latina, esse número chega a 250 milhões de jogadores — de diferentes idades, estilos de vida e poder de compra. No mundo, estima-se que são cerca de 2,8 bilhões de gamers ativos e 44% jogam videogames durante mais de uma hora por dia — o que significa uma grande oportunidade para as marcas.

Segundo dados da Etermax, empresa de consultoria para o desenvolvimento de campanhas publicitárias em videogames, estima-se que 74% dos gamers são cada vez mais receptivos às mensagens publicitárias e a assistirem os vídeos de publicidade em troca de recompensas. Assim, ganhar novas rodadas, utilizar diferentes funcionalidades dos games que normalmente seriam cobradas ou receber bônus sem depósito para jogar em cassinos online, por exemplo, são algumas das opções mais atrativas e nas quais os jogadores focam sua atenção. A maioria desses bônus são disponibilizados automaticamente, através do dispositivo móvel, e não é preciso realizar inscrição, o que incentiva ainda mais os jogadores.

Anúncios in-game
Photo by Enrique Vidal Flores on Unsplash

Anúncios in-game nas campanhas publicitárias

Os anúncios em videogames não são uma prática nova — embora não pareça. Na verdade, a publicidade in-game apareceu pela primeira vez em um videogame esportivo de console que fazia referência às Olimpíadas nos anos 80, e as marcas que participaram eram grandes empresas americanas de tecnologia da época. Pode-se assumir que esse acontecimento projetou o que seria a publicidade digital.

Com a chegada da Internet, a publicidade in-game passou a ser propriamente digital, utilizando formatos como banners e vídeos nos websites dos jogos online. Já com o auge dos smartphones, os anúncios em videogames foram ainda mais popularizados, a tal ponto de serem implementados em quase todos os aplicativos móveis de jogos que conhecemos hoje, como uma estratégia de posicionamento digital das empresas.

A partir daí, as grandes marcas de consumo aproveitam esse cenário para expandir seus negócios no mercado. Por exemplo, não é a primeira vez que a Coca-Cola surpreende o público com suas estratégias publicitárias diferenciadas. No ano passado, a marca apresentou um vídeo que trazia uma proposta de interação entre os consumidores e os videogames como parte da campanha “A Magia Acontece”, onde os usuários podiam participar de atividades de caça ao tesouro e ganhar prêmios como sessões de jogos com gamers reconhecidos diretamente no site da marca.

Apesar dos videogames sempre terem sido percebidos como uma atividade de diversão entre adolescentes ou crianças, na verdade essa prática ganha cada vez mais usuários de todas as idades. A Etermax também revela que 37% dos jogadores de games já realizaram uma compra através dos anúncios in-game, o que significa que é um mercado que não pode ser ignorado pelas empresas.

Dessa maneira, uma das principais razões para as marcas optarem pela publicidade in-game nas suas campanhas vai além de mostrar apenas um produto ou serviço — pois podem correr o risco de serem intrusivas e é algo que os consumidores já não aceitam mais. Hoje em dia, as marcas procuram fornecer experiências atraentes e inovadoras para suas audiências, permitindo aumentar a fidelidade e segmentar os interesses dos usuários com estratégias diferentes das tradicionais.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui