Paraná Turismo divulga pesquisa sobre perfil dos veranistas no Litoral

Levantamento feito nos principais balneários do Estado mostra, entre outros dados, que a maioria dos visitantes é do Paraná, com idades entre 36 e 50 anos. Ideia é estabelecer políticas públicas para melhorar a experiência nos atrativos turísticos do Estado.

Paraná Turismo divulga pesquisa sobre perfil dos veranistas no Litoral
Paraná Turismo divulga resultado de pesquisa de demanda com veranistas durante a temporada

A Paraná Turismo, pertencente ao Governo do Estado, divulgou nesta sexta-feira (25) os dados coletados por uma pesquisa realizada durante o Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022. O objetivo foi avaliar o turismo receptivo na região, bem como entender os hábitos de viagem dos que visitam o Paraná. Com os dados tabulados, a ideia é estabelecer políticas públicas para melhorar a experiência nos atrativos turísticos do Estado.

O levantamento foi feito entre os dias 29 de dezembro e 30 de janeiro, por turismólogos e estudantes de turismo, nos municípios do Litoral que receberam os postos fixos e itinerantes da entidade. As abordagens aconteceram com veranistas de Paranaguá, Morretes, Matinhos, Guaratuba, Pontal do Paraná (Ipanema, Sangri-lá e Praia de Leste) e também no terminal de embarque para a Ilha do Mel, em Paranaguá.

RESULTADOS – De acordo com a pesquisa, a maioria dos visitantes do Litoral é do Paraná (90%), enquanto o restante é dos estados vizinhos: São Paulo (3,4%), Santa Catarina (1,5%) e Mato Grosso do Sul (1,4%). Os turistas de outros países representam 1% do total de visitantes.

Com relação à faixa etária, 48% têm entre 36 e 50 anos; 23% de 25 a 35; e 15% de 51 a 65. Na economia, 39,4% apresentaram renda mensal de R$ 2.201 a R$ 4.400 e 34,8% possuem graduação completa. Já no que diz respeito ao perfil das viagens, 90% frequentou o Litoral para lazer, descanso ou férias. Com relação à forma de viagem, 87,4% foram com a família e 89% com carro próprio.

A pesquisa também perguntou sobre as fontes de comunicação usadas para a primeira visita ou para o turista se manter informado sobre o Litoral paranaense. Dos que estiveram pela primeira vez na região, a maioria se informou sobre o destino na TV aberta (21,9%), enquanto outros 21,3% pelo Instagram e 18,3% pelo Facebook.

OLHAR – Segundo o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Márcio Nunes, o Governo do Estado tem um olhar diferenciado para o setor.

“Muitos países sobrevivem do turismo e o setor tem muito a crescer e se desenvolver no Brasil, especialmente o turismo de negócios e o ligado à natureza”, disse ele. “No Paraná, aplicamos o conceito de turismo responsável: quem usa cuida, para que a população utilize os atrativos que o Estado possui”, disse ele.

PESQUISA – Entre os critérios estabelecidos para que o turista fosse apto a responder as questões, estava o de que ele estivesse há, no mínimo, três dias no Litoral – o que representa um recorte bem específico, já que muitos turistas passam somente um fim de semana nas praias.

Com a pesquisa, foi possível obter dados como a motivação da viagem ao Litoral paranaense, a forma de viagem (só, em grupo, com a família ou em excursão), o meio de transporte utilizado e quais municípios litorâneos foram visitados.

O vendedor e morador do município de São Miguel do Oeste, em Santa Catarina, Leonardo Barbosa, e a esposa, Rebeca Pilar, escolheram passar cinco dias em Guaratuba depois de visitar Curitiba. A estrada escolhida, de acordo com ele, foi a da Graciosa.

“A escolha pelo Litoral do Paraná foi por sugestão de um amigo que já estava indo a Guaratuba e acabou influenciando na escolha. Foi onde conhecemos as ações do Verão Paraná – Viva a Vida, que é um projeto magnífico do Estado. Participamos das atividades todos os dias”, contou Leonardo. “Achamos muito legal, o Litoral e foi muito bom em relação a gastos e as pessoas. Todos são muito simpáticos e cuidadosos, gostamos muito dessa contribuição”, completou.

ATIVIDADES – Ainda em relação à pesquisa, foram incluídas perguntas sobre as atividades de esporte no Verão Paraná: se já conhecia, se participou de alguma e, também, se tinha conhecimento da programação dos Jogos de Aventura e Natureza. A pesquisa buscou, ainda, avaliar a infraestrutura do Litoral paranaense, em aspectos como limpeza e segurança pública, vias urbanas e informações e sinalização turística.

CIDADES – Dos sete municípios litorâneos, os mais visitados foram Pontal do Paraná (36,6%), Guaratuba (31,7%) e Matinhos (18,3). Alguns dos dados mais representativos da pesquisa apontam que quase 90% dos respondentes afirmaram que já visitaram o Paraná anteriormente e 98,9% dos visitantes pretendem voltar ao Litoral do Estado.

MOVIMENTO AÉREO – Além da pesquisa realizada no Litoral, a Paraná Turismo também divulgou, nesta semana, o boletim de “Análise do Movimento Aéreo 2019-2021”. O documento demonstra que há uma retomada gradual da movimentação aérea no país.

Em 2019, foram mais de 109 milhões de embarques, incluindo domésticos e internacionais. Em 2020, quando começou a pandemia do coronavírus, esse número caiu 55%, chegando a 49,5 milhões de embarques.

Os dados de 2021 já apresentaram um aumento de 34%, o que representa pouco mais de 66 milhões de embarques, e esse movimento nos embarques de passageiros passou a ser notado a partir do mês de agosto.

Confira a pesquisa completa AQUI.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui