Relações Institucionais e Governamentais são diferenciais de peso para empresas em ano eleitoral

Congresso Nacional

Aperfeiçoar as relações da empresa com os mais variados setores do poder público nos níveis federal, estadual e municipal é fundamental para que as corporações, organizações, consultorias e plataformas tenham um incremento considerável na sua capacidade competitiva – principalmente no complicado cenário que se impõe no Brasil em um ano eleitoral.

Os diferentes comportamentos dos principais atores políticos das três esferas de poder exigem movimentos estratégicos certeiros para que a tomada de decisões institucional seja assertiva. É um xadrez político extremamente específico, imposto às empresas que têm o objetivo de elevar seu patamar de estabelecimento de relações, no intuito de aumentar o volume de concretização de negócios.

“É essencial para as corporações manter cordialmente relações com órgãos governamentais. Não somente para ter acesso às negociações, mas para se antecipar sobre futuras alterações legislativas, tendo acesso aos principais nomes no jogo político. Mas, também, para estarem adequadamente preparadas para atuarem no mercado interno ou externo, tendo seus interesses considerados pelos representantes do poder público e por aqueles que atuam na negociação com outros governos”, analisa Wagner Parente, CEO da BMJ Consultores Associados e um dos professores do curso.

Estabelecer relações com instituições do governo oferece riscos e oportunidades para as empresas. Porém, para que os benefícios sejam efetivos, as abordagens juntamente aos representantes do poder precisam ser adequadas e efetivas, principalmente em ano de movimentação atípica, quando o foco da classe política está nas eleições de outubro.

“A atuação institucional juntamente aos órgãos governamentais requer uma análise detalhada sobre o contexto da atualidade e, também, uma certa capacidade de prever situações que podem afetar a imagem institucional e até mesmo a sobrevivência da credibilidade de uma determinada organização. Entender o cenário econômico e social e antever os impactos do ciclo eleitoral nas agendas de defesa de interesses é estratégico para uma corporação que tenta ampliar seu nível de atuação, independentemente da área, em nível local e internacional”, explica Parente.

A experiência conta, mas a qualificação dos representantes institucionais é um fator diferencial na conquista de resultados. O trabalho técnico pautado pela ética é capaz de posicionar estrategicamente a corporação no processo de decisão e estabelecimento de políticas públicas que atendam seus interesses.

Nesse sentido, a BMJ Academy, vinculada à BMJ Consultores Associados – portando toda a sua experiência e força de atuação -, oferece a gestores e profissionais o curso de Relações Institucionais e Governamentais em Ano Eleitoral. Ministrado por profissionais com extensa experiência no assunto, fundamento conceitual e grande vivência prática em Relações Institucionais e Governamentais, tem como objetivo aprimorar o desempenho dos profissionais que atuam nessas áreas nas empresas, gerando aumento de competitividade por meio do aprendizado teórico aliado a estudos de cases, debates e networking com outros interessados.

As aulas ocorrerão no formato on-line entre os dias 12 e 14 de abril das 18h às 20h, e terão carga horária total de seis horas. As inscrições já estão abertas e oferecem até 20% de desconto com a matrícula antecipada.

Curso Relações Institucionais e Governamentais em Ano Eleitoral:

Carga horária: 6 (seis) horas.

Datas, horário e formato: 12, 13 e 14 de abril de 2022. As aulas serão no formato on-line, por meio da plataforma Zoom, das 18h às 20h.

Público-alvo: Gestores e demais profissionais de RIG e Corporate Affairs, além de outros profissionais interessados no tema.

Investimento: R$ 1.400,00*
*Condições Especiais
Matrículas até o dia 27 de março – 20% de desconto.
Matrículas de 28 de março a 6 de abril de 2022: 10% de desconto
Após o dia 6 de abril, as inscrições têm o valor completo.
Link para inscrição: https://lp.bmj.com.br/pt-br/bmj-academy-planejamento-rig-ano-eleitoral?hs_preview=vhHtVYVB-67663010819

Professores:

Carlos Parente: Fundador da Midfield Consultoria Empresarial, especializada também em treinamentos e capacitações, com uma sólida experiência de atuação em empresas nacionais e multinacionais (Unibanco, ABN Amro/ Banco Real, Avon, Camargo Correa, Braskem e Alpargatas), participando e liderando em importantes processos de comunicação estratégica, branding, advocacy e mentoria em Relações Institucionais e Governamentais (RIG). É professor convidado de Marketing, Comunicação e Relações Institucionais nos cursos de pós-graduação da FGV e da Escola Aberje de Comunicação. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com MBA em Marketing pela Universidade de São Paulo (USP). Autor dos livros “Obrigado, Van Gogh” (Editora Peirópolis), “Comunicação Além do Briefing” (Editora Lazuli ) e “Lobby e Comunicação – a Integração da Narrativa Como Via de Transformação” (Editora Aberje).

Wagner Parente: CEO da BMJ com atuações consultivas nas equipes de Relações Governamentais e Comércio Internacional. Anteriormente, foi assessor de relações institucionais do Grupo Queiroz Galvão, Gerente de Relações Institucionais da Indústria Química Oxiteno, advogado da equipe de Comércio Internacional do escritório Felsberg e Associados e Analista de Comércio Exterior na Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). Durante o ano de 2010, Wagner participou do programa de treinamento para advogados na Missão do Brasil para a Organização Mundial do Comércio (OMC) em Genebra. Academicamente, é coidealizador do curso de Relações Governamentais da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em São Paulo. Wagner é advogado, mestre em Direito das Relações Econômicas Internacionais pela PUC-SP e possui MBA em gestão de Negócios pela FIA-USP.

Sobre a BMJ

Fundada pelo ex-Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e pelo ex-Secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, desde 2011 a BMJ Consultores Associados agrega credibilidade às relações entre entidades públicas e a iniciativa privada nas áreas de Relações Governamentais e Comércio Internacional, em ações pautadas pela ética, pelo profissionalismo e pela excelência técnica.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui