A revolução da tecnologia de jogos na nuvem

gaming
Foto de Soumil Kumar no Pexels

Quando novas tecnologias surgem, ou estão prestes a surgir, é comum que a maioria das pessoas não acreditem no papel revolucionário dessas inovações. Essa é uma característica humana, não necessariamente da nossa época. Desde a invenção das primeiras máquinas a vapor, durante a Revolução Industrial, é possível notar que a tendência dos seres humanos é ‘’brigar’’ contra as inovações.

Na época, milhares de pessoas passaram a destruir as máquinas inventadas, como forma de protesto, mas também por receio do que essas máquinas a vapor poderiam fazer com a sociedade. Poucos notaram o caráter revolucionário dessas novas invenções e, apenas essas pessoas, tiveram a coragem necessária para seguir em frente e levar a tecnologia adiante.

Hoje vivemos uma situação parecida em muitos aspectos da nossa vida. Sempre que uma nova tecnologia surge, como um cassino cripto grátis, ou artes em NFT, por exemplo, a primeira reação da grande maioria é ignorar e tratar essas novas invenções como algo sem relevância. Porém, em pouco tempo, essas mesmas pessoas estarão arrependidas de não terem aproveitado a oportunidade.

Jogar em nuvem é a nova ‘’onda’’

Essa situação tem acontecido com novas tecnologias, mas principalmente, com a que permite jogar qualquer jogo, de qualquer computador ou celular. A era dos supercomputadores parece que está chegando ao fim. Isso porque, com a tecnologia da nuvem, será possível jogar jogos de última geração com requisitos gráficos super poderosos, de um simples celular. Apenas com uma conexão banda larga.

Claro que esse não será o fim dos supercomputadores, porém, não será mais necessário possuir um computador de última geração para jogar o jogo que você sempre quis. O jogador vai precisar apenas de uma rede de banda larga super rápida, é claro. Com isso, ele pode jogar e viver experiências únicas, de jogos ultra realistas, sem precisar gastar muito.

Além disso, a nova tecnologia de jogos em nuvem promete acabar com os lags e travamentos de telas. Os jogos serão rodados em super máquinas, disponibilizadas por mega corporações, que investem muito nesse novo mercado. Esses supercomputadores estão preparados para rodar qualquer jogo, independente do requisito gráfico necessário.

Lembra da chegada do streaming?

Quem tem mais de 25 anos deve se lembrar das locadoras. Os mais novos devem achar que estamos falando de um tempo muito antigo, mas na verdade, há cerca de 10 anos as locadoras ainda existiam. O fim dessas empresas chegou quando o streaming se popularizou. Assistir filmes de qualquer lugar, sem precisar se deslocar para alugar uma fita de VHS, ou um DVD, era o fim das locadoras.

Tudo indica que algo similar acontecerá com a chegada dos jogos em nuvem. A Microsoft e a Sony, gigantes do setor de jogos, anunciaram que estão focadas em desenvolver seus serviços de nuvem. A Amazon, outra gigante da tecnologia, também está se preparando para o futuro. E você, está pronto para o que está por vir? Prepare-se para a revolução no setor de jogos e tome decisões de compras já pensando nas novidades dos próximos anos.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui