Brasileiros preservam mais a Vida

Seguro segue tendência de cuidados com a vida, que vem superando outras proteções mais tradicionais no país

Brasileiros preservam mais a Vida

Além de cuidar mais da alimentação, crescer o número de pessoas que passaram a realizar exercícios físicos com mais frequência e pensar com mais critério nos cuidados psicológicos, o brasileiro acumula mais um indicador de proteção e preservação da vida: o seguro. O ramo, segundo corretoras e companhias seguradoras, despontou em 2021 e continua com forte tendência de crescimento.

No ano passado, o ramo de Vida cresceu mais que o de automóvel na Rede Lojacorr, maior rede de corretoras de seguros independentes do país, e em fevereiro deste ano a alta já chega a 79% em relação ao mesmo período do ano passado, perdendo apenas para o Seguro Rural e RCO (Responsabilidade Civil Obrigatória). No bimestre, o Ramo de Vida em Grupo cresceu 64,21% e o Vida Individual teve alta de 25,55% em relação ao ano passado.

Para Regiane Alves, corretora de seguros especializada em Vida, proprietária da Lêmures Corretora, localizada em Pará de Minas (MG), toda a proteção é importante, mas o seguro de vida protege as pessoas. “Além de ser um seguro com valores bastante atraentes, o seguro de vida protege o ser humano e aquilo que mais importa: a vida. As pessoas começaram a entender que, ao segurar a vida, todo o resto estará protegido. Sou encantada por esse setor do seguro e apenas no ano passado tive crescimento de 33,31% em vendas. Neste ano, já percebo que a tendência de alta continua e o aculturamento do brasileiro sobre os benefícios do seguro já é bem maior”, afirma a especialista.

Entretanto, o indicador não é percebido apenas pelos corretores, mas também pelas companhias que durante o ano passado criaram produtos e campanhas específicas para o Ramo de Vida, voltadas a ajudar o corretor de seguros a atender melhor o segurado nesse segmento e melhorar sua performance na carreira.

Na visão da Centauro-ON, especialista em Seguro de Vida e com um know-how de 30 anos atuando no mercado nacional, as seguradoras que possuem uma forte atuação no ramo de Seguros de Vida viram um ano de 2021 bastante desafiador, quando níveis da pandemia estavam com alta nos casos graves, por exemplo, o que afeta de forma significativa a sinistralidade do setor. “Por outro lado, houve manutenção dos índices de vendas e crescimento da carteira em níveis nunca vistos em nossa história. Uma situação que nos deixa comovidos pelas perdas de muitas pessoas, mas que demonstra que o consumidor mudou seu conceito de prioridades e a proteção do seguro de vida passou a fazer parte das prioridades da família brasileira”, afirma o CEO, Ricardo Teixeira.

O executivo acrescenta que 2022 segue com a mesma tendência de crescimento do Ramo, principalmente porque no caso da Centauro, em específico, a companhia entrou em novos mercados como o Nordeste, com um apetite maior para analisar negócios não só no Seguro Individual, mas também para os Produtos de Vida em Grupo e Seguro Escolar. “Um diferencial para os resultados deste Ramos serem ainda melhores é o corretor especialista no Seguro de Vida, que analisa o mercado como uma oportunidade que merece foco e especialização, com investimento em pessoas, aprimoramento e principalmente tecnologia. Já a parcela da população beneficiada com o seguro no período da pandemia ajuda a despertar a necessidade de forma coletiva, tornando o benefício uma proteção importante e vital no nosso dia a dia”, acrescenta Teixeira.

No segmento de Seguros de Vida, a Icatu ultrapassou R$ 3,04 bilhões em prêmios emitidos em 2021, evolução de 24% em relação a 2020 – mais que o dobro da expansão verificada de 11% no desempenho anterior. No segmento Vida Individual, a companhia registrou crescimento de 38% em relação a 2020. O seguro de vida também ganhou destaque no pacote de benefícios das empresas, sendo algo valorizado pelos colaboradores. A pandemia despertou nas pessoas uma consciência ainda maior sobre a importância da proteção e do planejamento com relação à vida. Em um momento difícil, levamos mais proteção financeira a muitas famílias. Prova disso foi o aumento de 48% no faturamento do Icatu Vida PME, voltado para pequenas e médias empresas, no mesmo período”, explica a diretora de Produtos de Vida da Icatu, Luciana Bastos.

Em 2021, a companhia atuou fortemente na atualização de seu portfólio de Vida, trazendo novas coberturas e assistências, mais facilidade na contratação e no processo de venda, além de adotar melhorias pedidas por clientes e corretores. “A Icatu entende que o corretor é um parceiro fundamental para acompanhar a jornada dos clientes e, por isso, valoriza seu papel de consultor neste processo de sensibilização, de estímulo à cultura da proteção e na democratização do acesso às soluções de planejamento financeiro existentes no mercado”, ressalta a diretora.

Já Andreia Araújo, superintendente regional da MAG Seguros, diz que em 2021 a companhia manteve um ritmo forte de crescimento anual que se repete nos últimos 15 anos. Se comparar o crescimento de 2021 com relação ao exercício anterior em 2020, a MAG chegou à marca de 46% de crescimento. Para 2022, as expectativas são ainda maiores. “A MAG Seguros trabalha com foco na facilitação dos processos de comercialização e otimização do tempo do corretor de seguros. Nosso constante investimento em tecnologia começou muito antes da pandemia e foi decisivo para os resultados que acumulamos sobretudo nos últimos dois anos. Mesmo em meio a um cenário pandêmico – nunca vivido – onde o isolamento se fazia necessário para preservação da vida, batemos recordes históricos de vendas. Em todos os momentos, os corretores de seguros parceiros da MAG se viram amparados para que pudessem seguir trabalhando, de forma segura, protegendo mais e mais famílias”, finaliza a gestora.

De 2020 para 2021 a MetLife, além apoiar aproximadamente 8 mil famílias com pagamentos de indenizações por Covid-19, sendo responsável por quase 5% de todos os pagamentos de indenizações do mercado segurador, aumentou a comercialização de produtos e soluções em seguro de vida, crescendo também em volume. Segundo a companhia, este crescimento está consolidado em uma série de iniciativas que foram implementadas pela MetLife para levar mais informação e conscientizar todos os públicos com os quais a empresa se relaciona sobre a importância do seguro de vida, seu uso em vida e a facilidade na contratação. “Iniciamos o ano de 2022 bastante confiantes com o futuro e com a retomada, principalmente devido ao crescimento na comercialização de seguro de vida e na conscientização maior das pessoas sobre a sua importância. Nossa expectativa é continuar crescendo e ajudando a sociedade, por isso focamos no mercado PME, maior empregador no Brasil, e para isso estamos implementando melhorais, com um modelo competitivo baseado em produtos diferenciados, customizáveis e fáceis de contratar, com agilidade para operar e suporte para o corretor através de especialistas que geram oportunidades regionalmente”, fala Ramón Gomez, vice-presidente comercial da MetLife Brasil.

Em tempos de pandemia, ficou evidente a importância do Seguro de Vida para o planejamento financeiro e a proteção familiar. Para atingir esse excelente resultado, ao longo do ano a Tokio Marine agregou diversas melhorias aos produtos e fortaleceu o relacionamento com os Corretores, investindo em uma série de ações comerciais em todo o país. Em 2021, a companhia cresceu dois dígitos, sendo o produto Vida Individual o grande destaque da Carteira de Pessoas, registrando um crescimento de 50,9%, bem acima do mercado, que foi de 22,6%. Outro produto importante pela participação em arrecadação de prêmios foi o Vida em Grupo, que contribuiu com 11,3% acima do ano passado. “Com um trabalho dedicado e comprometido da Tokio Marine, aumentamos o aculturamento do nosso mercado, conquistando cada vez mais novos parceiros. Desta forma, encerramos o ano com 15 mil corretores ativos na carteira de Vida, o equivalente a 44% da base total da companhia”, relata o diretor Comercial Nacional Vida da Tokio Marine, Marcos Kobayashi.

Há tendência de alta também em 2022 já percebida pela companhia. “O primeiro bimestre inicia com metas superadas, mantendo a performance de crescimento e sinistralidade bem abaixo do que tivemos no mesmo período de 2021. O Vida Individual continua liderando o percentual de crescimento e deve se manter assim até o final do ano, principalmente pelas ações comerciais programadas. É indiscutível que a Carteira de Pessoas ganhou ainda mais destaque e relevância nos últimos anos, principalmente por causa da maior conscientização sobre a importância do Seguro de Vida para a proteção familiar, ocasionada pela pandemia de Covid-19”, acrescenta.

Para o diretor de Operações e Mercado (COO) da Rede Lojacorr, Luiz Longobardi Jr., os ramos de seguros de Vida Individual e Coletivo vêm tendo um bom desempenho em vendas e procura pelo consumidor desde antes da pandemia e, agora, devido à preocupação com a crise sanitária pandêmica, a sociedade passou a contratar mais a proteção. “Um diferencial destes ramos é que muitos possuem benefícios que podem ser usados em vida e não apenas em sinistros. Isso mostra que o segurado percebe o valor do seguro e começou a olhar com mais critério os produtos. Isso é essencial para o aculturamento em relação às soluções que o mercado oferece. Além disso, as companhias percebem também que o consumidor passou a valorizar mais e a conhecer mais sobre os tipos de proteção”, afirma o gestor.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui