Obesidade infantil: como evitar exageros na Páscoa

Consumo de chocolate deve ser limitado, mas não proibido. Professor de nutrição do UniCuritiba dá dicas para pais preocupados com a saúde dos filhos
Consumo de chocolate deve ser limitado, mas não proibido. Professor de nutrição do UniCuritiba dá dicas para pais preocupados com a saúde dos filhos
No Brasil, uma a cada três crianças ou adolescentes está acima do peso. Em três décadas, a obesidade na faixa etária dos 5 aos 9 anos cresceu mais de quatro vezes no país. No mundo, 158 milhões de crianças com menos de 5 anos estão fora do peso ideal, segundo levantamento da World Obesity Federation.

O consumo exagerado de açúcar e a falta de atividade física estão entre as principais causas. Mas como evitar que as crianças exagerem no consumo de doces e chocolates em datas como a Páscoa? A perspectiva da Associação Brasileira dos Supermercados (Abras) é que a venda de ovos de chocolate e de outros produtos relacionados à data tenha crescimento de 12% em relação a 2021.

O nutricionista e professor do curso de nutrição do UniCuritiba – instituição que faz parte da Ânima Educação, uma das principais organizações de ensino superior do país – Jhonathan Andrade dá algumas dicas para os pais que estão preocupados com a saúde dos filhos.

O principal é o equilíbrio. “A ideia é ter limite e controle sobre os excessos. A criança pode comer seu chocolate preferido na Páscoa, mas o que não pode é extrapolar. E quem oferta esses alimentos são os pais e familiares, então, são eles que precisam de conscientização, inclusive na hora de comprar os doces”, comenta.

Mudança de hábitos e consciência alimentar

Não são apenas as crianças que têm problemas com o peso e as doenças associadas à obesidade. Mais de 100 milhões de brasileiros estão acima do peso, de acordo com o Ministério da Saúde. No mundo, revela a Organização Mundial da Saúde, a marca chega a 1,9 bilhão.

O controle do problema passa por mudança de hábitos e pela consciência alimentar. “Esse processo é algo complexo e requer a inclusão de porções de frutas e hortaliças no cardápio diário. É essencial evitar o excesso de ‘calorias vazias’, como refrigerantes, balas e chocolates”, ensina Jhonathan, mestre em Alimentação e Nutrição e doutorando em Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Para a introdução de alimentos saudáveis na dieta das crianças, o conselho é tornar o prato agradável aos olhos, que seja colorido, bonito, lúdico e faça sentido para esse grupo etário. “Uma alimentação desregrada leva não apenas à obesidade, mas a uma série de doenças relacionadas, como hipertensão, colesterol e triglicerídeos elevados e até a alguns tipos de câncer”, diz o professor.

Obesidade infantil X Páscoa

Para evitar o consumo exagerado de chocolates na Páscoa, a indicação é limitar a quantidade oferecida às crianças, mas sem radicalismos. “Mais uma vez, o equilíbrio é a palavra-chave. Assim como o excesso, a proibição total não é o caminho. A restrição leva à compulsão. A dica é fazer do consumo de chocolates algo natural, na quantidade ideal. Comer um ou dois ovos de Páscoa não é o problema. A questão é quando isso se torna um hábito alimentar.”

A consciência sobre o que se come é fundamental para pais e crianças. Por isso, Jhonathan sugere que, em datas como a Páscoa, os pais ofereçam pequenas porções de chocolate após as refeições. Além disso, optar por opções menos calóricas e compartilhar essa preocupação com os familiares para evitar que as crianças ganhem muito chocolate vai ajudar na tarefa de manter a alimentação saudável e a saúde em dia.

Sobre o UniCuritiba

Com mais de 70 anos de tradição e excelência, o UniCuritiba é uma instituição de referência para os paranaenses e reconhecido pelo MEC como uma das melhores instituições de ensino superior de Curitiba (PR). Destaca-se por ter um dos melhores cursos de Direito do país, com selo de qualidade OAB Recomenda em todas as suas edições, além de ser referência na área de Relações Internacionais. Conta com mais de 40 opções de cursos de graduação, em todas as áreas do conhecimento, além de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Possui uma estrutura completa e diferenciada, à disposição dos seus mais de 6 mil estudantes, com dois campi (Milton Vianna Filho e Pinheirinho) e mais de 60 laboratórios. Com professores mestres e doutores que possuem vivência prática e longa experiência profissional, o UniCuritiba tem seu ensino focado na conexão com o mundo do trabalho e com as práticas mais atuais das profissões, estimulando o networking e as vivências multidisciplinares.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui