Pilar Centro Médico agora com serviço de tratamento a endometriose

Pilar Centro Médico agora com serviço de tratamento a endometriose
Crédito:pixabay

A partir deste mês de abril o Pilar Centro Médico passa a disponibilizar um serviço exclusivo e personalizado para as mulheres: o atendimento da endometriose, com atendimento nas segundas e quintas-feiras, com horários disponíveis das 17h30 às 19h30, por convênio de saúde e também particular.

O responsável pelo serviço de atendimento é o Dr. Francisco Furtado Filho, médico especialista em Ginecologia e Obstetrícia do Pilar Hospital, e da Fertway Endometriose Avançada. A endometriose afeta hoje em dia cerca de oito milhões de mulheres brasileiras, segundo o Ministério da Saúde, principalmente, as que estão na faixa etária de 25 e 35 anos.

A doença é uma das principais causadoras de um tipo de cólica, durante o período menstrual, que pode incapacitar as mulheres de exercerem as suas atividades habituais. Além disso, ela provoca outros sintomas, como dor durante as relações sexuais, sangramento intestinais e urinários durante a menstruação, com o agravante de dificultar a gravidez.

O especialista destaca que o tratamento clínico pode ser feito com o uso de diferentes medicamentos hormonais que impedem a ovulação e, consequentemente, a produção de hormônios que estimulam os focos endometrióticos – e lembra que esses não são isentos de efeitos colaterais -. “Já o tratamento cirúrgico, minimamente invasivo, é feito por laparoscopia com ou sem o uso da robótica. Nos quadros de endometrioses avançadas com comprometimento intestinal e ou urinário, a abordagem cirúrgica sempre será multidisciplinar elevando a segurança do paciente e a melhores resultados. Na nossa experiência o tratamento cirúrgico invariavelmente traz mais benefícios para as mulheres, tanto do ponto de vista de melhora da qualidade de vida, bem como da capacidade reprodutiva”, avalia.

 Tecnologia que auxilia tratamentos mais complexos

O Pilar Hospital dispõe de equipamentos que auxiliam os médicos cirurgiões a realizarem procedimentos com menor tempo cirúrgico, redução de sangramento, melhor visualização da anatomia, maior precisão cirúrgica, além de oportunizar menor intensidade de dor pós-operatória e diminuição no tempo de internamento. “O uso da robótica no tratamento da endometriose profunda e avançada é algo que vem sendo aplicado com maior frequência em algumas situações e que observamos resultados melhores e diversos benefícios para a paciente. Em casos que temos o envolvimento do intestino, ureter com eventual reimplante do mesmo e envolvimento do sistema de inervação da pelve, observamos grandes vantagens na aplicação da cirurgia robótica com auxílio do robô Da Vinci, que está disponível para a equipe médica e pacientes no Pilar”, comenta.

Integrando o escopo de atendimento às mulheres, a CEDIP conta com profissionais especializados na realização de exames de imagem e diagnóstico da endometriose.

Últimas notícias

1 COMENTÁRIO

  1. Eu estou com problema que eu gostaria muito de saber como fazer eu estou com problema da Índia e metriose e gostaria de saber como que eu faço para poder me livrar desta doença mais rápido o possível porque é uma doença muito chata e muito ruim eu não estou mais aguentando já fiz dois tipos de papanicolau só que pelo Susi é muito demorado gostaria de ajudar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui