Prêmio Nipo-Brasileiro de Empreendedorismo Inovador abre inscrições para jovens, no Paraná

Sebrae e Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná vão premiar empreendedores com capacitações, acesso à networking e contato com possíveis investidores

Jovens empreendedores paranaenses, que tenham ideias em estágio inicial voltadas ao desenvolvimento de novos negócios, poderão participar do 1º Prêmio Nipo-Brasileiro de Empreendedorismo Inovador. A premiação é uma parceria do Sebrae Paraná com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná (CCIBJ-PR).

Ao todo, serão aceitas 150 inscrições para o prêmio. E todos poderão participar de um curso de capacitação oferecido pelo Sebrae Paraná. As inscrições, individuais ou em grupos de até cinco pessoas, poderão ser feitas até dia 08 de maio.

O evento de premiação está previsto para setembro e os vencedores ganharão consultorias do Sebrae, um ano de espaço em data center pela Amazon, coaching comercial para conexão de possíveis investidores pela CCIBJ-PR, e uma visita técnica nos projetos inovadores, em Santa Catarina.

Para a coordenadora de Educação Empreendedora do Sebrae Paraná, Sonia Shimoyama, é um estímulo para estudantes, acadêmicos e jovens que tenham ideias inovadoras dentro das quatro categorias propostas: automação industrial, diversificação da economia, educação e agronegócio.

“O professor Sérgio Itamar Alves Júnior, da Unicuritiba, foi a grande inspiração para este projeto. Ele é uma referência em inovação. E esse prêmio promove a inovação e demonstra que a Câmara Nipo-Brasileira está inserida neste ecossistema”, detalhou Sonia.

Vanessa Ishikawa Rasoto, professora da UTFPR e vice-presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná, acrescenta que o incentivo ao fomento de ideias empreendedoras, principalmente no estágio inicial, é fundamental para a disseminação da cultura da inovação. “Temos todo esse networking da Câmara com possíveis investidores, além da troca de experiência com empresários mais experientes. E isso é fundamental na vida dos empreendedores que estão começando”, aponta Rasoto.

O presidente do CCIPJ-PR, Arata Hara, disse que a entidade, internamente, também está avançando na troca de saberes entre empreendedores jovens e os mais experientes.

“Recentemente, criamos a Câmara Júnior dentro da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná para estimular a participação de jovens empresários e proporcionar a trocar experiências empreendedoras entre as gerações”, complementou.

Conheça as 4 categorias 

Automação industrial: projetos de sistemas automatizados que possibilitem a otimização dos processos industriais

Diversificação da economia: projetos nas áreas de saúde, varejo, terceiro setor; energias renováveis, soluções digitais.

Educação: projetos na área de tecnologias educacionais e metodologias inovadoras

Agronegócio: Projetos na área de sustentabilidade, cultivos orgânicos, tecnologia aplicada ao agronegócio.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui