Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília colaboram em EP inédito

Duas gerações distintas da música carioca se encontram em canções marcadas pela poética singela de seus autores. Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília somam suas trajetórias e líricas potentes em um par de canções, marcando pela primeira vez a colaboração do cantor, compositor, multi instrumentista e produtor conhecido por sua trajetória solo e por projetos como Letuce e Legião Urbana e do compositor de canções icônicas como “Por Você”, do Barão Vermelho. O EP “Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília” chega às principais plataformas de música.

“Minha Flor” e “Um Bom Tempo A Mais Aqui” são faixas construídas a partir de quatro mãos, porém com participações pontuais que somam à delicadeza das canções. Lucas e Mauro assinam ambas as composições, interpretadas pelo vocal de Vasconcellos e com Júlio Santa Cecília assumindo sintetizadores e programações. Em “Minha Flor”, Paulo Emmery toca baixo, synth, guitarra e órgão, além de assinar produção musical e mixagem de ambas as gravações. Na sua essência, as composições mesclam as carreiras de dois nomes marcantes da música nacional, com atuações distintas e, ainda assim, complementares.

Mauro Santa Cecília é poeta e compositor. Vencedor do Prêmio Stanislaw Ponte Preta e autor de oito livros, entre poemas e romances, ele tem músicas gravadas por nomes como Barão Vermelho, Frejat, Hyldon, Blues Etílicos, Picassos Falsos e Sideral, entre outros. Gravou em 2014 um disco autoral, “Vou à Vila”, com versões de alguns dos seus sucessos e inéditas. Lançou em 2019 o álbum de samba “Hoje o dia raiou mais cedo”, com Agenor de Oliveira e Rogério Batalha, e com as participações especiais de Ney Matogrosso, Nelson Sargento, Moacyr Luz e Frejat. Nos últimos tempos tem composto com músicos diversos como Henrique Portugal, Sergio Serra, André Abujamra, Humberto Effe, Mauricio Barros, Milton Guedes e o parceiro mais constante, Frejat. Além disso, está escrevendo a biografia do ex-ator e ativista canábico Ricardo Petraglia

Já Lucas Vasconcellos fundou, nos anos 2000, a banda Binario (2000-2008), com quem lançou quatro álbuns. De 2008 a 2016, se dedicou ao Letuce, resultando em três discos: “Plano de Fuga pra Cima dos Outros e de Mim” (2009), “Manja Perene” (2015) e “Estilhaça” (2016). Nessas duas décadas de música, trabalhou ao lado de artistas renomados como Dado Villa-Lobos, Rodrigo Amarante, Lucas Santtana, Marcelo Jeneci, Tiê, Alice Caymmi, entre outros, e compôs trilhas para cinema e TV, culminando no prêmio de Melhor Trilha Sonora Original no Festival de Gramado para o longa-metragem “Riscado” (2011). Mas foi ainda em 2014 que Lucas começou a lançar seus trabalhos solo. Vieram então os discos “Falo de Coração” (2014), “Adotar Cachorros” (2015), “Silenciosamente” (2016) e “Teoria da Terra Plena” (2021). 

As histórias de Mauro e Lucas se cruzam pela admiração mútua. Vasconcellos cresceu ouvindo as composições de Santa Cecília, que por sua vez passou a admirar o duo de Lucas com Letícia Novaes, o Letuce, e a carreira solo do cantor. A ideia de uma parceria, surgida em troca de mensagens online, só ganhou corpo após Lucas participar de um show de Fausto Fawcett ao lado de Dado Villa-Lobos – e que tinha Mauro na plateia. O encontro no camarim consolidou essa ideia ainda em 2019.

“Mandei então para ele alguns versos e um poema que escrevi para minha mulher, ele completou e assim surgiu ‘Minha Flor’. Fiquei muito impressionado com a forte sintonia estética entre nós. Mais tarde essa impressão se confirmou com ‘Um Bom Tempo a Mais Aqui’. Isso não é nada comum, ainda mais com a gente se conhecendo tão pouco. Só posso dizer que tenho muito orgulho dessa parceria”, resume Mauro Santa Cecília. 

Para Lucas, compor com Mauro é partilhar os versos de alguém que ouviu tanto nas rádios, com canções que foram alvo da sua admiração desde a adolescência. O encontro no show serviu de pontapé inicial para uma parceria que se tornaria real em um momento oportuno para ambos, já que os dois artistas se retiraram da vida caótica do Rio de Janeiro para a quietude da zona rural fluminense.

“Um feliz acaso. Pedi para que ele me mandasse algum material escrito. Mais de um ano depois, comecei a trabalhar nessas poesias que ele tinha me enviado e tudo transcorreu em um processo muito natural. Sua escrita já nasce musical e aos poucos nossas trocas virtuais, já no período pandêmico, transformaram esses textos em duas canções que finalmente vem à tona agora. É um prazer imenso e uma honra poder acessar essa poesia e poder contribuir musicalmente com esse artista que, além de ter um enorme bom gosto, ainda é uma pessoa incrivelmente simples e interessante”, comemora Vasconcellos.

O EP colaborativo vem carregado de significados. A parceria surgiu a partir de versos escritos por Mauro para a esposa, enquanto a outra composição segue um caminho mais contemplativo, refletindo sobre a efemeridade da vida da perspectiva de um autor que segue lutando pela sua.

“‘Um Bom Tempo a Mais Aqui’ surgiu a partir desse verso, que dá nome à música. Eu estou em tratamento contra um câncer. Fui diagnosticado em 2018, fiz uma cirurgia, retirei um tumor, fiz quimioterapia, fiquei bom, mas o câncer voltou no ano passado. Daí me tratei novamente até agora, contudo o resultado não foi o esperado e vou ter que fazer o tratamento por mais seis meses. Esse verso tem a ver com essa minha luta, esse enfrentamento. O câncer é uma doença estigmatizada, por muito tempo era sinônimo de morte, mas hoje não é mais, por isso eu acho importante eu falar sobre isso. Mas esse verso também tem uma relação direta com o fato de termos nos mudado, eu e minha esposa, para a zona rural. Está sendo uma felicidade morar em um lugar tão bonito, em conexão com a natureza. Por estar neste lugar e enfrentando essa luta é que esse verso surgiu”, revela Mauro.

É mirando o futuro que Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília celebram sua amizade, sintonia poética e trajetória musical em duas canções onde transparecem a personalidade de seus autores. O EP une os artistas em um projeto único, inédito e que abre caminho para novas composições de uma parceria promissora.

Ficha técnica

EP 

“Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília”

Minha Flor

Autores: Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília

Voz, violão e cavaquinho: Lucas Vasconcellos

Baixo, synth, guitarra e órgão: Paulo Emmery 

Sintetizadores e programação: Júlio Santa Cecília 

Um Bom Tempo A Mais Aqui

Autores: Lucas Vasconcellos e Mauro Santa Cecília

Voz e violão: Lucas Vasconcellos

Sintetizadores e programação: Júlio Santa Cecília 

Produção musical e mixagem: Paulo Emmery

Produção Executiva: Eva Maria

Capa: Amanda Milliet

Fotos divulgação: Eva Maria

Assessoria de Imprensa: Build Up Media

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui