Sebrae e ApexBrasil vão ampliar a participação das MPEs nas exportações brasileiras

Pequenas empresas de todo o país passarão por uma seleção e qualificação para participar de rodadas de negócios com potenciais importadores estrangeiros

O Sebrae e ApexBrasil lançaram na quarta-feira (4), o MPE Global. A iniciativa, que conta com o apoio do Ministério das Relações Exteriores, tem como objetivo promover a participação de pequenas empresas das cadeias de alimentos, bebidas e moda na pauta de exportações brasileiras. Apesar das micro e pequenas empresas representarem 99% dos empreendimentos no país, sua participação no valor exportado ainda é baixa. Atualmente, das 25 mil empresas que exportam, uma a cada três (8,4 mil), são de pequeno porte e respondem por apenas 1% dos valores negociados.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, presente ao evento, reiterou que a instituição quer atuar em parceria com a ApexBrasil e o Ministério das Relações exteriores para ampliar a presença das MPE nas exportações brasileiras. “Essa parceria é a grande oportunidade para internacionalizar os pequenos negócios. O Brasil está pronto para ser um grande país”, comentou Melles.

“Essa parceria vai acelerar o contato com a ponta, ampliar a base exportadora, gerar mais empresas, mais produto e maior valor agregado. É fundamental que a gente trabalhe de forma conjunta e integrada com o Sebrae”, reiterou o presidente da ApexBrasil, Augusto Pestana.

O embaixador Alex Giacomelli, diretor do Departamento de Promoção Comercial e Investimentos das Relações Exteriores, afirmou que o objetivo vai ser trabalhar em parceria. “No caso do Sebrae, temos um grande potencial”, avaliou.

O programa foi estruturado em duas fases que compreendem a seleção de 100 empresas brasileiras interessadas e habilitadas a exportar, e a identificação de potenciais compradores nos mercados da América do Sul, Europa e Oriente Médio. Na primeira fase, as unidades estaduais do Sebrae e ApexBrasil vão lançar editais de seleção em suas localidades. Essas empresas serão avaliadas e caso não estejam totalmente aptas a comercializarem seus produtos no mercado externo, passarão por uma fase de qualificação de 30 dias, realizada pelo Sebrae, onde terão a oportunidade de desenvolver um portfólio em idioma estrangeiro, precificar os seus produtos para o mercado externo e se habilitarem no Sistema RADAR Siscomex.

No segundo estágio do programa, a ApexBrasil vai construir, por meio da sua rede de escritórios no país e no exterior, uma série de agendas virtuais de negócios, em que as empresas selecionadas terão a oportunidade de apresentar e negociar seus produtos virtualmente com compradores internacionais.

O Ministério das Relações Exteriores vai integrar a iniciativa apresentando às empresas selecionadas o conteúdo dos guias da série “Como Exportar”. Além disso, o Ministério vai apoiar as MPE por meio dos Setores de Promoção Comercial, localizados nos países nos quais serão desenvolvidas as rodadas de negociação.

A iniciativa conjunta atenderá donos de pequenos negócios de todo o Brasil que estejam habilitados a fazer uso dos serviços oferecidos. Entre os requisitos, estão: a disponibilidade de material promocional em idioma estrangeiro, registro no Sistema RADAR Siscomex, lista de preços internacionais e a existência de um profissional com fluência em idioma estrangeiro.

 Para informações mais sobre o Programa contate Sebrae (sebrae.com.br ou 0800 570 0800) ou apexbrasil@apexbrasil.com.br

CONTATO COM O COLUNISTA  pietrobelliantonio0@gmal.com

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui