Link Monitoramento tem novo endereço: no Tecnoparque da Hotmilk

Ecossistema de inovação da PUCPR oferece ambiente que fomenta o empreendedorismo, capacitações e mentorias

 

Com uma mudança de cultura que começou há dois anos, com um foco mais tecnológico, a empresa paranaense Link Monitoramento tem nova sede, agora dentro da HOTMILK PUCPR (Ecossistema de Inovação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná). A inauguração será na próxima terça-feira, dia 14/06, das 10h às 21h, quando acontecerá o evento HOTMILK Open | Open Innovation, Open Culture, Open House and Open for Business, idealizado pela HOTMILK, juntamente com a Prefeitura de Curitiba, Vale do Pinhão e Agência Curitiba de Desenvolvimento. Neste dia, além da apresentação do novo espaço físico da HOTMILK PUCPR, acontecerão diversas ações e experiências voltadas à inovação empresarial.

“A Link Monitoramento tem a sua história muito ligada ao desenvolvimento tecnológico,

com inovação dos produtos/serviços e sua forma de trabalhar. Foi em busca de um ambiente onde pudéssemos estimular nossos colaboradores no que diz respeito à produção de conhecimento científico, tecnológico e o desenvolvimento de pesquisas em diversos estágios, mediante a projetos e parcerias estratégicas, que decidimos fazer parte da HOTMILK”, afirma Hugo Ito, CEO da Link Monitoramento.

A empresa foi fundada em 2009, sendo a primeira franqueadora de rastreamento de veículos do Brasil. Hoje são 35 unidades espalhadas pelo país, com forte atuação nos estados da Região Sul e São Paulo. “O crescimento da

Hugo Ito, CEO da Link Monitoramento

empresa vem se mantendo sólido”, enfatiza Ito. Mesmo durante a pandemia, num primeiro momento a Link Monitoramento teve queda no faturamento, devido a trabalhar com o acompanhamento de frotas da área escolar e de turismo. “Tivemos logo no primeiro trimestre de 2020 uma queda de 10% no faturamento devido à pandemia, mas a empresa conseguiu se reinventar e no final do mesmo ano, conseguimos superar e crescer mais 10%, totalizando, somente em 2020, 20% de crescimento”, pontua.

Sanito Cruz, CFO da empresa, explica que o serviço vai muito além do rastreamento, é uma gestão completa de frotas, containers e geradores, entre outros: “Somos focados em desenvolver novas tecnologias, otimizando as frotas, trazendo economia para nossos clientes e gerando relatórios diversos que informam localização, tempo de ignição ligada, quilômetros percorridos, consumo médio, velocidade e até mesmo possibilidade de bloqueio do veículo em caso de roubos”.

Há ainda outras soluções como gestão de entregas e coletas e a Link Agro, que leva tecnologia para deixar as fazendas conectadas, integrando estações meteorológicas, sensores de umidade, temperatura, velocidade do vento, níveis de água, gás, energia e I/O (Inputs/Outputs), grãos, gado, controle de acesso e muito mais.

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui