6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa

Arquiteta Isabella Nalon avalia como esses atributos são fundamentais para os projetos

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
Ao contrário do que muitos possam pensar, a decoração de um lar não se baseia apenas na concepção da beleza nos ambientes. As escolhas influem diretamente na funcionalidade e no conforto dos moradores. Nesse projeto assinado pela arquiteta Isabella Nalon, a presença da madeira e do verde propicia bem-estar pela conexão com o natural | Foto: acervo

Muito além do design do mobiliário e da paleta de cores definida para o projeto, o décor de interiores é responsável por transformar os ambientes em locais agradáveis e práticos para os moradores. E sua realização não está vinculada apenas à estética, mas também com a organização em si. Através dele é possível refletir e explorar a personalidade e as preferências de quem mora na residência, desenvolvendo soluções de aproveitamento exclusivas. Segundo a arquiteta Isabella Nalon, à frente do escritório que leva seu nome, uma execução muito bem pensada e planejada é sinônimo de bem-estar e melhora na qualidade de vida da família.

“Até um tempo atrás, muitas pessoas ainda acreditavam que a decoração dos ambientes era voltada apenas para moradores de elevado poder aquisitivo. Felizmente essa percepção mudou, uma vez que os clientes estão entendendo que, independentemente da metragem do projeto ou da verba para a reforma, é fundamental considerar o aproveitamento inteligente de todos os espaços da casa. E o papel do profissional de arquitetura é fundamental para ajudar a economizar nas escolhas”, argumenta arquiteta.

A seguir, a profissional elenca 6 razões que fazem do décor de interiores essencial para os projetos residenciais. Acompanhe:

Qualidade de vida

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
Seja um apartamento com metragem reduzida ou um pouco mais amplo, a distribuição do layout é primordial para ofertar comodidade aos moradores. Ambientes mais ‘livres’ e com o volume de mobiliário e objetos que realmente faça sentido na área contribuem para a tão almejada qualidade de vida em casa. Na sala de estar conectada com a varanda, a leveza com os tons claros e a circulação entre a mesa de centro e os dois sofás especificados pela arquiteta Isabella Nalon | Foto: Júlia Herman

Além da questão estética, uma das premissas que permeiam a atuação do profissional da arquitetura é o compromisso de propiciar uma boa vida aos futuros habitantes da casa. Bem mais do que beleza em si, o mobiliário eleito para compor cada ambiente deve entregar conforto e uma perfeita adequação ao estilo de vida e predileções – atribuições que fazem total diferença no dia a dia.

Ao perceber que o projeto ‘conversa’ consigo e complementa o seu jeito de ser, o conjunto é capaz de ativar sensações tão desejadas em um lar como o prazer, acolhimento, felicidade e motivos para atenuar sentimentos tão contemporâneos como o estresse. “Nessa somatória, ainda consideramos a melhor decisão pelas cores e o acréscimo de itens que nos complementam, como almofadas, quadros e livros”, ressalta a arquiteta.

Funcionalidade

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
Um décor que responde àquilo que é necessário: na aplicação do projeto da cozinha, a arquiteta Isabella Nalon projetou a estrutura para a distribuição dos itens e preparo dos alimentos, sem deixar de lado um atributo valioso para os proprietários – a inclusão de uma mesa, que por sua vez é acompanhada por uma bancada para dispor o que é necessário durante as refeições diárias, como o café da manhã em família | Foto: Júlia Herman

Como Isabella costuma enfatizar aos seus clientes, a decoração não está atrelada somente à estética e a sofisticação – a bem da verdade, esses predicados são frutos de um pensamento voltado para a funcionalidade dos espaços dentro das necessidades de quem o habitará. De acordo com ela, o planejamento correto resulta em organização, que deixa a rotina cotidiana mais fluída e prática.

Através do emprego de nichos, prateleiras, gaveteiros e outras peças de marcenaria, entre tantas possibilidades, o morador consegue ter determinado o lugar de cada coisa, seguindo a linguagem decorativa determinada. “Sem dúvidas, a melhor maneira de equilibrar as duas medidas é contar com o apoio de um profissional que será capaz de unificar a harmonia visual com as soluções práticas desenvolvidas de acordo com as características do imóvel”, afirma a arquiteta.

Todos os motivos para celebrar

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
Na sala de jantar, o espelho que faceia a parede produz a tão esperada impressão de amplitude. A mesa branca e as cadeiras em tonalidade de bege claro deixam o ambiente receptivo e gostoso para ocasiões especiais realizadas pelos moradores | Foto: Julia Herman

O visual harmonioso de uma casa é um convite para reunir pessoas. “Afinal, quem não se sente incomodado de receber convidados quando a estrutura do imóvel apresenta algum problema, não é mesmo? Esse sentimento é imediatamente contornado quando o morador se sente confiante com mudanças que, muitas vezes, são super simples”, reflete Isabella. Com soluções criativas, o décor deve, não só acolher quem chega, mas também o morador! “Pode ser apenas um visitante ou um grande grupo, mas tudo irá funcionar e fluir melhor com uma decoração bem pensada, que inclui os móveis e até a circulação”, complementa.

Sorrisos na alma e memórias

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
Elementos que conectam o morador às memórias afetivas é uma estratégia muito positiva para adicionar destaque e personalidade ao ambiente. A sala de estar deste apartamento recebeu diversos itens que contam um pouco da história do proprietário| Foto: Júlia Herman

Empregar itens que ativam o universo de memórias e sentimentos dos moradores é outro recurso que não deve ser deixado de lado na arquitetura de interiores! Fotografias, lembranças de viagens e móveis que atravessam gerações são alguns dos recursos que ajudam quando a intenção é evidenciar a história dos moradores. Mas vale lembrar que o excesso de objetos antigos em um mesmo local pode dar a sensação de antiquado e falta brilho. “Nosso cuidado é sempre promover uma essência de leveza e o despertar de emoções na medida certa”, enfatiza Isabella.

Sustentabilidade

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
A decoração pode ser feita sem prejudicar o meio ambiente. Neste projeto, Isabella Nalon utilizou madeira de demolição para compor a parede e alguns móveis, assim incluindo a sustentabilidade como modo de vida | Foto: Júlia Herman

Cada vez mais o uso sustentável e consciente dos elementos deve seguir pari passu com o décor. Essa ideia está diretamente ligada a um estilo de vida que se baseia em escolhas ecologicamente corretas, optando por materiais e soluções capazes de resultar em menores impactos ao meio ambiente. Na maioria dos casos, o reaproveitamento de materiais, concedendo um novo uso ou forma para eles, é um dos caminhos adotados pelos profissionais de arquitetura. Outra alternativa é optar por materiais reciclados ou de reflorestamento que, por muitas vezes são deixados de lado, mas que podem se tornar grandes peças de design e de mobiliário.

Renovação

6 motivos que reafirmam a importância do décor de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa
A arquiteta Isabella Nalon enxerga o décor como meio de externar a evolução do ser humano | Foto: Julia Herman

Por fim, uma das vantagens de decorar é ter o poder de converter o estilo da residência quando quiser. Como o ser humano, por si, está em constante mudança, nada mais justo que a habitação acompanhe a transformação e possa expressar as etapas da vida. Portanto, o momento de renovação na decoração é um reflexo do interior dos moradores. “Sempre que possível aproveite para realizar uma metamorfose. Escolha cores que refletem sua essência, humor e quem você se tornou nesta nova fase”, completa a arquiteta.

Julho/2022

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui