Promotora Karina Faria de Moura Cordeiro é uma das indicadas à lista tríplice para ingresso no TJPR

 

Nessa segunda-feira (11), o Tribunal de Justiça compôs a lista tríplice para indicação de Desembargador por membros do Ministério Público. A Promotora de Justiça, Karina Faria de Moura Cordeiro, é uma das indicadas com uma expressiva votação, bem como, é a única mulher que compõem a lista. Os Desembargadores do TJPR presentes na Sessão do Tribunal Pleno definiram os nomes da lista tríplice que é encaminhada para a escolha do Governador.

Karina foi uma das idealizadoras da ação “O amor contagia”, projeto premiado em âmbito nacional pelo CNMP. A ação é fruto da união das Promotorias de Justiça do Ministério Público do Paraná e Ministério Público do Trabalho com a UFPR (Universidade Federal do Paraná) e a Funpar (Fundação de Apoio da Universidade Federal do Paraná), e contou com o apoio de instituições como Instituto GRPCOM, Grupo Marista, Instituto Positivo, comissão do Terceiro Setor da OAB-PR e associações da sociedade civil organizadas.

Segundo a promotora, a indicação reforça o trabalho de conscientização para a paridade de gêneros em todos os níveis da sociedade brasileira, “infelizmente ainda há um longo caminho a ser percorrido junto aos órgãos do Poder Judiciário, conforme apontado pelo diagnostico realizado pelo CNJ, resolução 255”, pontua.  Hoje, somente no Estado do Paraná, o Tribunal de Justiça possui menos de 18% de Desembargadoras na sua formação. “Integrar a lista tríplice para ingresso no TJPR representa a oportunidade de diminuir o abismo histórico que impede a paridade de gênero em nossa sociedade”, finaliza.

Vale relembrar que a única Desembargadora oriunda do MPPR é a Desembargadora Angela Khury, a qual foi indicada para o cargo em 2009. Após esta, houve a indicação sucessiva de seis Promotores/Procuradores para o Cargo de Desembargador e nenhuma outra mulher foi escolhida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui