RAWI lança o clipe “PinkNCSJ”

Celebrando a jornada de seu disco “Facão Que Abre os Caminhos”, lançado em julho de 2021, o cantor e compositor queer paraense RAWI faz mais um mergulho visual nas canções do álbum, desta vez dando destaque a “PinkNCSJ”. O trabalho já está disponível nas principais plataformas, e o clipe chega ao canal de YouTube do artista.

Assista a “PinkNCSJ”:

O título da canção é uma abreviação de “Pink Night Colônia São José”. Com uma letra sentimental e sonoridade experimental, a faixa bebe da fonte de estilos tão diversos quanto o tecnobrega e o boombap, o drum n’ bass e o reggaeton, tudo passado pela lâmina de um olhar nortista com uma letra forte e elementos das crenças e expressões populares, como as espadas de São Jorge e Santa Bárbara e os tajás de proteção. 

“PinkNCSJ” fala sobre um menino buscando afeto e tentando criar a partir desses amores uma fórmula perfeita, algo que é impossível e acaba sendo mostrado no videoclipe. A personagem mergulha intensamente na paixão e na exacerbação de querer alguém na potência máxima.

“Essa é mais uma parte da aventura em ressignificar elementos da memória-sentimental, porém pela ótica queerizante, bichante e claro com uma boa dose ficcional. Mergulha na cruzada em descobrir que os amores são rios intensos e de caminhos desconhecidos, mas sabendo que o que vale são as tentativas e entregas”, revela RAWI.

Dialogando com a era “Facão” de seu trabalho, o artista traz elementos que remetem à estética do álbum, como a palha, a paleta de cores e as luvas. Porém, tudo tem outro tom: o chapéu antes em seu formato clássico, agora desmontado, recortado e reconstruído vira um vestido “armadura”, e um headpiece com espinhos. As luvas vindo com assimetria, são sobrepostas de materiais queimados e derretidos, sinalizando o fim de algo para se tornar outro, mesma estética aplicada à bota. O visual anos 2000 ganha ares futuristas e desemboca num pós-punk amazônico. 

O clipe vem para somar a uma trajetória única. Além de cantor, RAWI é ator, compositor, poeta e artista plástico, nascido e residente na cidade de Santarém, Pará. Tem 22 anos e vivencia o ofício das artes desde 2012. Trabalha de forma independente com a música e a composição, nas suas performances-shows entrelaça diferentes ritmos, referências e temas, sempre vislumbrando novas alternativas de uma arte Queer Amazônida. Mistura elementos da cultura pop com peças tradicionais, subvertendo as noções do que pode ser o novo regional, uma potência sem limites de gênero, referências e sonoridades. Em julho do ano passado veio o primeiro álbum, com RAWI assinando a composição de todas as faixas junto do produtor musical Andrew Só (Selo Monhangarypy). 

“Esse disco é um mergulho nas raízes, uma vontade de se buscar além da superfície, a vontade de quebrar a casca que vai se criando com o tempo. É a aventura de estar vivo, confuso, e em constante procura do que se há além, de si, dos outros e do mundo”, sintetiza.

“Facão Que Abre os Caminhos” traz 9 faixas, cada uma em busca de novos rumos, mostrando versatilidade na mistura de ritmos como o carimbó com o rock, brega, pop e o eletrônico. A segunda parte do álbum é um projeto audiovisual que compila todos os videoclipes em formato de filme. O álbum visual é um projeto selecionado pela Lei Aldir Blanc, foi gravado durante a pandemia no decorrer de 9 meses entre produção, gravação, pós-produção e teve o seu lançamento no dia 17 de setembro de 2021. 

Além de inúmeros shows, RAWI já trabalhou em peças teatrais atuando, escrevendo e produzindo, na produção de shows colaborativos como Puxirum Cultural (Coletivo Bixa Orellana), lançou diversos zines de poesia independente, realizou exposições de artes plásticas solo, como Alquebramento e Meu Sagrado Indestrutível Coração, e atuou e dirigiu curtas metragens. 

Agora, RAWI celebra seus caminhos até aqui com o clipe de “PinkNCSJ”. O vídeo já está disponível no canal de YouTube do artista.

Ficha técnica

Letra: RAWI 

Composição: RAWI / Jorrannis / Dell Parker 

Produtores: RAWI, Dell Parker, Jorrannis 

Guitarra: Andrew Só 

Fotografia: Bárbara Vale

Stylish: Rawi

Maquiagem: Bianca Serique, Gustavo Dorado, RAWI

Direção de arte: RAWI e Gustavo Dorado

Produção: Rawi e Bianca Serique

Apoio: Maria Flor, João Albuquerque, Caroline Braga. 

Roteiro: RAWI

Continuísta: Witalo Costa

Direção: Witalo Costa, João Augusto, Bárbara Vale, RAWI 

Direção de Fotografia: RAWI, Witalo Costa, João Augusto, Bárbara Vale

Direção Criativa: Rawi, Gustavo Henrique 

Produção Executiva e logística: RAWI 

Produção: Bianca Serique, RAWI

Assistente de produção: Luciana Freire, Norah Costa, Suellem Esquerdo, Kailon Pedroso 

Fotografia Still: Bárbara Vale 

Câmera: João Augusto

Iluminação: Bárbara Vale, Witalo Costa, João Augusto 

Montagem: João Augusto, RAWI 

Edição e Finalização: João Augusto 

Designer Gráfico: Cláudio de Barros 

Designer de moda: Quimera Verzérqui, Yann Canté 

Stylish Participações: Norah Costa, Quimera Verzéqui, Luciana Freire.

Stylish: RAWI, Quimera Verzéqui

Maquiagem: Bianca Serique, Gustavo Dorado 

Maquiagem Participações: Luciana Freire, Bianca Serique 

Participações: Nicolas Ribeiro, Alexandre Arapiun, Norah Costa, Gustavo Henrique, Jair Maia, Eduardo Fersil, Márcio Lessa, Cláudio Barros, Rebeca Maciel, Álvaro Jil, Rebeca Marinho. 

Apoio: Outro Lugar Sonora, Jucy Sonorização, Dzawi, Studio Miudinho Treze, Cachaça Jambull 

Colaboradores: Jon Crestani, Camila Imbeloni, Jucy Farias, João Albuquerque, Maria Flor, Caroline Braga, Miudinho Treze, Suelem Esquerdo, Glinnis 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui