Reciclagem industrial: quando o desperdício vira economia 

A percepção de que a reciclagem é um termo que se refere apenas aos resíduos domésticos, como embalagens de papel, vidro ou plástico está equivocada. Por trás da reciclagem há muito mais do ponto de vista industrial e este tipo de ação desempenha um papel fundamental no ciclo de vida de muitos recursos.

A reciclagem industrial inclui diferentes processos destinados à reciclagem e recuperação de materiais para uma segunda vida, evitando que tudo seja destruído ou, pior ainda, que essas sobras façam parte da enorme quantidade de resíduos poluentes que afetam água,  ar e o solo, como explica Renato Pádua Gerente Comercial da CWBem:

“A gestão de resíduos em uma indústria envolve diversas etapas e é flexível, pois cada indústria possui necessidades diferentes. Normalmente as etapas são divididas em identificação de resíduos, a separação dos mesmos seguidos de uma coleta seletiva e o transporte para o destino final ou eliminação. Estas etapas precisam ser projetadas, alinhadas e adequadas para cada indústria” explica Pádua.

Renato explica que o começo de tudo é identificar resíduos que serão gerados ao longo do processo produtivo. Em seguida é preciso identificar lotes de resíduos de produto final que não terão passado no controle de qualidade, que gerará uma nova categoria de resíduos.

“Gera economia, evita desperdício e mantém a fluidez de todo o processo de fabricação. Embalagem mais eficiente, maquinário mais preciso e operadores mais preparados geram menos desperdício, portanto, mais economia e menos poluição ambiental.

E o custo?
Descartar o lixo custa dinheiro e quanto mais a indústria cria, maior o custo de se livrar dele. Se os subprodutos, materiais não utilizados ou resíduos forem potencialmente perigosos, a conta será ainda maior:

“Não existe a opção de jogar resíduos nos rios ou abandoná-los em terrenos baldios, algo praticado irresponsavelmente por muitos anos. Tem que ficar atento com a legislação e as multas astronômicas, além da imagem que a empresa tem a zelar perante a sociedade.”

Renato completa afirmando que a reciclagem industrial é a forma ideal de cumprir as regulamentações e gerenciar os resíduos corretamente – que significa evitar danos ao meio ambiente e potencialmente à saúde de muitos seres vivos no meio ambiente, incluindo humanos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui