Santander Brasil concede financiamento verde de R$ 60 milhões à BSBIOS

Contrapartida inclui ampliação de projeto que transforma óleo de cozinha usado em biocombustível

O Santander Brasil concedeu R$ 60 milhões com compromisso ESG à BSBIOS, maior produtora de biodiesel do Brasil. O montante terá como contrapartida a ampliação do projeto social de coleta de óleo de cozinha usado (UCO, da sigla em inglês) em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. A iniciativa reduzirá o impacto ambiental causado pelo descarte inadequado do resíduo no meio ambiente e elevará em 15% a renda de famílias que já fazem parte da cooperativa de reciclagem do município. O resíduo é utilizado como matéria-prima para produção de biodiesel, na unidade da BSBIOS, na própria cidade.

A linha de empréstimos ESG Linked Loan é um modelo no qual o Santander oferece como benefício a redução da taxa de juros vinculada ao cumprimento de metas de indicadores ambientais, sociais e de governança preestabelecidos em contrato. O Banco é pioneiro no mercado de empréstimos atrelados a indicadores de sustentabilidade no Brasil. “Temos investido cada vez mais em produtos e incentivos verdes, como esse destinado à BSBIOS. Acompanhamos de perto as propostas, sempre considerando a realidade de cada negócio, para que haja avanços em seus indicadores socioambientais”, destaca Carolina Learth, líder de Sustentabilidade do Santander Brasil.

O financiamento “verde” foi um caminho natural para a BSBIOS, que já tem em seu DNA o propósito de praticar o desenvolvimento sustentável por meio do agronegócio e das energias renováveis. Uma de suas principais metas é tornar-se uma das três maiores produtoras de biocombustíveis do mundo e carbono neutro até 2030. “Como uma empresa que tem a sustentabilidade como um de seus valores, estamos felizes com o anúncio dessa parceria, que certamente terá muitos impactos positivos para o meio ambiente, para a inclusão social e para a geração de renda para economia local”, destacou Erasmo Carlos Battistella, Presidente da BSBIOS.

A empresa utiliza gorduras animais, óleo de soja e UCO como matérias-primas para a produção de biodiesel. Aproximadamente 40% das matérias-primas utilizadas são provenientes da agricultura familiar, beneficiando cerca de 10 mil famílias de pequenos produtores rurais.

Além de duas unidades produtivas no País, uma em Passo Fundo (RS) e outra em Marialva (PR), a BSBIOS também conta com uma unidade de produção na Suíça e conduz o projeto de construção da biorrefinaria Omega Green, no Paraguai, que irá produzir biocombustíveis avançados a partir de 2025. Recentemente, a companhia também anunciou o projeto de implantação de uma unidade de produção de etanol, no Rio Grande do Sul.

Contrapartida

Como contrapartida para o financiamento ESG, a BSBIOS buscou uma parceria local, na Vila Popular, em Passo Fundo. A Cooperativa Amigos do Meio Ambiente (COAMA) já atua com recicladores e possui licença ambiental para recolhimento de óleo de cozinha usado. A ação irá desenvolver fornecedores para aquisição do UCO, proveniente do sistema de coleta pública, de estabelecimentos comerciais e de residências.

A presidente da COAMA, Eva de Fátima Godois de Chaves e a vice-presidente, Aparecida Oliveira Sodré, salientaram a importância da parceria. “Essa ação é muito importante para todos nós da cooperativa, para a empresa e principalmente para o meio ambiente. É algo que certamente vai impactar positivamente para o nosso trabalho e a nossa renda”, destacaram.

O projeto prevê a instalação de novos pontos de coleta e fornecimento de equipamentos para acondicionamento no transporte do óleo coletado. O apoio também virá na capacitação em temas de gestão do negócio dos cooperados, por meio de um grupo de voluntariado da empresa, que também dará suporte para articulação junto aos setores público e privado para ampliar a rede de coleta de óleo. A ideia é envolver toda a comunidade em uma grande ação de educação ambiental gerando engajamento, trazendo ganhos sociais e o desenvolvimento sustentável do município.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui