Simulado de incêndio no Hospital São Vicente ajudará a criar protocolos de emergência

Ação foi acompanhada por representantes de outras instituições de saúde e pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil

Dezenas de colaboradores do Hospital São Vicente Curitiba estiveram mobilizados na manhã dessa última terça-feira, 19 de julho, no Simulado de Abandono de Área de Situações de Emergência e Eventos Adversos. Com orientação da Defesa Civil de Curitiba e participação do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e da brigada de emergência do hospital, o treinamento contou com transferência de paciente fictício da UTI para outro hospital para capacitar colaboradores da instituição e de toda a rede de apoio em casos de situações de incêndio hospitalar.

O simulado faz parte do Plano de Auxílio Mútuo dos Hospitais (PAM Hospitais), criado em 2019 pela Defesa Civil de Curitiba e que conta com a participação 26 hospitais da capital. “Muito importante esse momento na história do São Vicente. O hospital participa desde o início desse projeto e o passo dado hoje, esse treinamento, esse protocolo estabelecido, é fundamental para que em um momento de real necessidade, aqui ou em qualquer outro hospital, as pessoas envolvidas saibam o que fazer. Curitiba sai na frente, o hospital sai na frente e reforça sua parceria com a prefeitura, com todos os órgãos envolvidos nesse processo”, afirmou o diretor-presidente do Grupo Hospitalar São Vicente, Dr. Charles London.

A ação foi acompanhada por representantes de outras instituições de saúde participantes do PAM Hospitais e pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Segundo o Inspetor Nelson Ribeiro, coordenador da Defesa Civil de Curitiba, um dos objetivos da simulação foi ajudar a criar protocolos de atendimento de emergência dentro dos hospitais. “A ideia da simulação é verificar como está a capacidade de resposta de cada hospital e apoiar nesse treinamento para que ao longo do tempo nós consigamos fazer com que todos estejam preparados. A outra ideia é criar protocolos de atendimento de emergência dentro dos hospitais. Isso vai fazer com que os outros hospitais que pertencem ao PAM Hospitais também vejam esse simulado e, a partir de então, algumas ações comecem a ser padronizadas, trazendo mais segurança ao ambiente hospitalar”.

O treinamento simulou um incêndio, com uso de fumaça artificial, e a remoção três vítimas fictícias em diferentes gravidades: uma em cadeira de rodas, outra em maca e a última da UTI, essa que foi transferida pela ambulância do Samu para outro hospital, com escolta da Guarda Municipal e Setran. A atividade ainda teve a simulação de combate a incêndio orientada pelo Corpo de Bombeiros.

“Esse tipo de simulado é muito importante para o hospital. Se acontecer uma situação adversa como essa, estaremos preparados para evitar acidentes e conseguir evacuar o local de maneira segura e pessoas que precisam de maior assistência, como pacientes da UTI, estarão bem assistidos. Em situação de incêndio em hospitais, os pacientes da UTI sempre são os casos mais graves”, avaliou o Osnan Kauê Rupel, engenheiro de Segurança do Trabalho do Hospital São Vicente.

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos, reiterou que o simulado foi uma ação de importância para toda a rede hospitalar de Curitiba. “É extremamente produtivo, pois se o futuro nos assustar com um cenário ruim, nós já temos protocolos e a as pessoas já sabem o que fazer na hora da emergência, evitando o improviso”.

Sobre o Grupo Hospitalar São Vicente-FUNEF
O Grupo Hospitalar São Vicente-FUNEF, formado pelo Hospital São Vicente Curitiba, fundado em 1939, e pelo Hospital São Vicente CIC, inaugurado em 1973, atende a diversas especialidades, sempre pautado pela qualidade e pelo tratamento humanizado. Referência em transplantes de fígado e rim e nas áreas de Oncologia e Cirurgia, desde 2002 o Grupo é mantido pela Fundação de Estudos das Doenças do Fígado Kotoulas Ribeiro (FUNEF).

O Hospital São Vicente Curitiba é um hospital geral de alta complexidade. Em uma estrutura moderna, conta com pronto-atendimento, centros médico, cirúrgico e de exames, UTI, unidades de internação e centro de especialidades. Possui o selo de certificação intermediária de transplantes hepático e renal da Central Estadual de Transplantes do Paraná e seu programa de Residência Médica é credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) nas especialidades de Cirurgia Geral, Cirurgia Digestiva, Cancerologia Cirúrgica e Radiologia.

A instituição integra ainda a lista de estabelecimentos de saúde que atendem ao padrão de qualidade exigido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, órgão regulador vinculado ao Ministério da Saúde. Mais informações no site www.saovicentecuritiba.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui