Qualidade da água nas praias se mantém própria para banho

O décimo boletim de balneabilidade da temporada, divulgado nesta quinta-feira (5) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), mostra que a qualidade da água se mantém própria para banho no Litoral. Segundo os resultados das análises, 45 dos 47 pontos monitorados estão próprios para banho. Apenas a Ponta da Pita, em Antonina, e o Rio Marumbi, em Morretes, são considerados impróprios.

O monitoramento avalia a concentração de bactérias Escherichia coli (E.coli) na água, de acordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

SINALIZAÇÃO – No Litoral, os veranistas podem acompanhar as condições de banho nas bandeiras instaladas na areia da praia e em totens eletrônicos. Os veranistas também podem obter informações no site do IAP (www.iap.pr.gov.br).

Na praia, a bandeira vermelha significa que a água está imprópria para banho nos 100 metros à esquerda e à direta da sinalização. A azul indica que a água tem bons índices e pode ser aproveitada pelos banhistas.

PORTA DE ENTRADA – Rios, canais e galerias de águas pluviais são portas de entrada para a contaminação fecal. Consequentemente, os trechos de praia nas proximidades de sua foz apresentam os mais altos índices de contaminação.

Por isso, estes pontos são sinalizados permanentemente como impróprios para banho e devem ser sempre evitados.

Os locais com estas características no Litoral são: rios Saí-guaçu, do Tenente, Brejatuba e das Pedras, Canal do Camping, Canal Clevelândia e Galeria Marechal Deodoro em Guaratuba; Canal da Praia Mansa, Canal Caiobá e Rio Matinhos, em Matinhos; Rio Olho d’água, em Pontal do Paraná; e Rio Pontinha, na Ilha do Mel.

BOLETIM
Saiba mais sobre o trabalho do governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Fonte: Imprensa IAP

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.