Bonito recebe mais de R$ 100 milhões de turistas nos primeiros seis meses de 2015

“Apesar da crise”… o turismo interno vai bem, especialmente em
determinados destinos ao interior do Brasil. É o caso do município de Bonito,
no Mato Grosso do Sul, que recebeu apenas entre janeiro e julho deste ano
85.745 viajantes, depositando na economia local R$ 102 milhões. Estes são os
dados do Bonito Convention & Visitors Bureau, instituição responsável pelo
Observatório de Bonito, setor que realiza pesquisas sobre o turismo na cidade.
O estudo acompanhou as atividades e a ocupação em unidades de hotel fazenda, resort, hotéis e outros.
De acordo com o levantamento realizado pelo instituto, os turistas que
mais visitaram a cidade no primeiro trimestre se dividiram entre os seguintes
estados: São Paulo (33,3%), seguido do Rio de Janeiro (14,81%), Paraná (8,36%),
Mato Grosso do Sul (7,38%) e, em quinto lugar, o Rio Grande do Sul (7,22%). A
taxa de ocupação na Gruta do Lago Azul, um dos principais destinos dos
viajantes, foi de 61%.
Segundo Henrique Pereira Coelho, proprietário de um hotel estilo pousada em Bonito, em
nota, afirma que o momento de alta do dólar e sensação de crise financeira
beneficiaram o turismo doméstico. “Em meio à atual crise econômica, enxergamos
nesse setor uma oportunidade, por conta da alta do dólar. Por um lado, o
turista brasileiro viaja menos para outros países e escolhe alternativas por
aqui. Já os estrangeiros veem no Brasil um bom momento para conhecer as
potencialidades turísticas, tendo em vista a desvalorização do real”, comemora.
O Observatório de Bonito destacou ainda o resultado da visita de
estrangeiros no município. Os principais viajantes de acordo com o total das ocupações de hotel, hotel fazenda e resort
vieram do Paraguai (1,28%), Estados Unidos (0,74%), Argentina (0,64%), França
(0,55%) e Austrália (0,43%). Além disso, foram também registrados visitantes da
Alemanha (0,40%), Holanda (0,38%), Japão (0,35%), Rússia (0,32%) e Inglaterra
(0,29%).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.