AMP orienta municípios a investirem em tecnologia contra crise

Gestores públicos reúnem-se no próximo mês, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para um amplo debate e apresentação de iniciativas e soluções que proporcionem eficiência nos serviços públicos e fomento ao desenvolvimento econômico e social através de investimentos em tecnologia. O 3º Congresso Paranaense de Cidades Digitais, apoiado pela Associação de Municípios do Paraná, irá também reunir especialistas e representantes de governos para abordagens e inserção da tecnologia como política pública no processo pedagógico nas escolas públicas.
O evento, que será realizado dias 19 e 20 de novembro, em Pinhais, é organizado pela Rede Cidade Digital (RCD), iniciativa de estímulo ao surgimento das cidades inteligentes que tem promovido uma série de encontros regionais pelo Sul do país com o propósito de levar informação aos municípios para implantação de projetos na área. As inscrições para o Congresso estão abertas e são gratuitas para servidores públicos. O endereço é o http://congresso.redecidadedigital.com.br/
Para o presidente da AMP e prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto, a inserção da tecnologia no contexto do poder público se faz necessária, seja para o desenvolvimento como otimização de recursos. “Muitas prefeituras não prestaram atenção para essa questão que é urgente”, alerta Micheletto. “A tecnologia é uma coisa que não tem volta. É fundamental não só para agilidade, mas também para diminuição de despesas, recursos, aumento da transparência”, destaca o presidente da AMP.
O diretor da RCD, José Marinho, explica que durante os dois de Congresso, além do foco na Educação, prefeitos, secretários municipais e gestores terão acesso a soluções e uso das TIC nas demais áreas de interesse das Prefeituras como gestão eletrônica de documentos, iluminação pública, softwares, infraestrutura de rede, arrecadação, entre outros. “No evento serão apresentados modelos e como diversos municípios têm dado mais eficiência na Saúde, Segurança, Educação, Administração e no Turismo, por exemplo. É um espaço para troca de conhecimentos e experiências importante para o início ou aprimoramento das cidades digitais e inteligentes”, observa Marinho.
Representatividade – Em 2014, o II Congresso Paranaense de Cidades Digitais, realizado em Foz do Iguaçu, reuniu representantes de 100 diferentes localidades, de nove estados brasileiros, demonstrando, conforme ressalta o diretor da RCD, a grande demanda sobre o assunto e interesse de gestores em conhecer mais como as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) estão impulsionando o desenvolvimento econômico e social em diversas localidades.
Serviço:
3º Congresso Paranaense de Cidades Digitais
19 e 20 de Novembro – Pinhais
Inscrições gratuitas para servidores públicos:
<imprensa@redecidadedigital.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.