Bagunça, não! Arquitetas da EFTM dão dicas de organização para o quarto das crianças

Por mais que os pais tentem manter a organização, o quarto dos filhos costuma ser uma bagunça, com brinquedos espalhados por todos os cantos! No entanto, existem maneiras de deixar o espaço sempre organizado, com utensílios inseridos na decoração do ambiente. Confira as dicas das profissionais da EFTM Arquitetura para ajudar no dia a dia dos pais.
Cada coisa no seu lugar
O primeiro passo é setorizar o ambiente com locais específicos para guardar os livros, roupas e os brinquedos. É importante mostrar isso para as crianças desde cedo, para que elas possam aprender qual é o lugar certo de cada coisa. “Quando a criança é pequena, indicamos mostrar por cores, mas quando ela já sabe ler é interessante etiquetar, assim ao tirar do lugar ela saberá onde colocar novamente”, comenta Thalita Miyawaki, arquiteta da EFTM. 
Ao alcance das mãos
            A definição dos setores é influenciada pelo alcance do usuário, seja ele uma criança ou um adolescente. O ideal é fazer com que os móveis possam ser acessados facilmente pelo dono do quarto, para que ele possa retirar os brinquedos ou as roupas e possa guardar novamente sozinho, sem depender de um adulto para fazer isso por ele. “Para os pequenos, o interessante é criar nichos baixos. Já para os adolescentes, as prateleiras próximas à bancada de estudo auxiliam no manuseio e armazenamento dos livros”, explica Erika Fukunishi, também arquiteta da EFTM.
Tudo planejado
            Os móveis planejados permitem executar nichos para acomodar caixas organizadoras ou prateleiras. Os utensílios podem ser projetados ou até comprados em lojas de departamento, mas deve-se prestar atenção na escolha do material e da cor do objeto, para combinar com o restante da decoração e trazer mais harmonia ao ambiente. “Sempre sugerimos que o material das caixas seja transparente, para conseguir ver o que está no seu interior. Caso elas sejam coloridas, opacas, o interessante é guardar por “setores” e etiquetar a caixa conforme os objetos que estão dentro”, finaliza Thalita.
Independentemente do gênero, estes artifícios são os mais indicados porque facilitam o manuseio e o armazenamento, além de permitirem uma composição com diversos tamanhos e temas. Essas soluções funcionais, de baixa manutenção e custo acessível, ainda podem ser guardadas dentro dos armários, caso haja espaço, resultando em uma maior facilidade para a limpeza e o dia a dia da família.
Sobre a EFTM Arquitetura:
Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais, as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2007, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma instituição.
Serviço:
EFTM Arquitetura
Erika Fukunishi – CAU/PR nº A67408-7
Thalita Miyawaki – CAU/PR nº A53912-0
Rua Professor Paulo D’Assumpção, 132, Jardim das Américas – Curitiba (PR)
Créditos: Marcelo Stammer e Nenad Radovanovic. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.