Com 55 mil downloads realizados, DNIT Móvel tem cerca de 8 mil comunicações de problemas

O movimento nas rodovias federais de todo o país deve aumentar a partir da próxima sexta-feira (30), até 2 de novembro, feriado de Finados. Durante a viagem, os usuários podem ajudar a melhorar as condições das estradas usando o DNIT Móvel para comunicar alguma ocorrência. Os avisos gerados no aplicativo contribuem para providências mais rápidas e eficientes. Assim que o sistema do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) recebe o registro, a superintendência regional correspondente à rodovia marcada no aplicativo é acionada para a solução do problema.

O diretor-geral do DNIT, Valter Casimiro Silveira, salienta a importância do uso do aplicativo. “Ele representa um aliado na gestão e na solução de situações pontuais, principalmente durante os períodos de aumento do tráfego, como nos feriados prolongados”, destaca. Para o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Adailton Dias, o feriado de Finados pode ser uma boa ocasião para os usuários das rodovias federais utilizarem o aplicativo. “Ao abrir uma ocorrência durante a viagem, o cidadão agiliza o atendimento das equipes de plantão para a solução do problema”, enfatiza.

No seu primeiro ano de lançamento, o DNIT Móvel registra cerca de 55 mil downloads na versão Android e no sistema operacional IOS. Até meados de outubro, foram realizadas mais de oito mil notificações. Todos os chamados encaminhados para as equipes locais foram solucionados ou estão em fase de resolução. A Ouvidoria do DNIT – para onde todas as ocorrências são encaminhadas – avalia que o tempo aproximado de resposta é de três dias úteis. A estimativa de prazo corresponde ao tempo para as comunicações entre a sede do DNIT, em Brasília, e as Superintendências e Unidades Locais, postos avançados no interior dos estados.

O DNIT Móvel elenca os nove principais problemas que o usuário poderá encontrar nas rodovias, como buracos na pista ou problemas na sinalização, por exemplo. As questões são apresentadas por meio de ícones de fácil compreensão e, em um mesmo registro, podem ser informadas até cinco ocorrências diferentes. A ocorrência mais informada é a de buracos na pista, com 4,3 mil chamados e, em seguida, problemas de sinalização, com quase 770 ocorrências. Os estados com maior número de comunicações pelo DNIT Móvel são Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Ceará, Distrito Federal e Bahia. As cinco rodovias com maior registro no aplicativo são BR-365 (MG), com 326 ocorrências; BR-262 (MG), com 252 ocorrências; BR-080 (GO), com 245 ocorrências; BR-116 (CE), com 246 ocorrências; BR-101 (PE), com 175 ocorrências.

Utilizar o DNIT Móvel é muito fácil. O primeiro passo é fazer o download gratuito do programa nas lojas Google Play ou App Store (Apple). Com o aplicativo instalado, o motorista já pode pegar a estrada. Mas o próprio aplicativo alerta que o motorista só deve informar a ocorrência quando não estiver conduzindo o veículo. O DNIT Móvel permite ainda anexar fotos e os detalhamentos da ocorrência, como estado, o número da rodovia e o quilômetro aproximado. Se no local não houver sinal de internet nem de GPS, o aplicativo guarda os dados e os envia posteriormente, quando restabelecida a conexão. O programa permite que a ocorrência seja feita de forma anônima, mas caso o usuário queira uma resposta, é necessário um pequeno cadastro prévio.

Confira o quantitativo nacional atualizado de ocorrências registradas no DNIT Móvel*:



Ocorrência      Total
Acidente        494
Animais na pista        742
Buracos 4381
Capim Alto      646
Defeito em ponte        386
Obra paralisada 331
Queda de barreira       267
Sinalização     767
Trecho interditado      375
TOTAL   8389
* Até 21/10/15 – Dados: Ouvidoria e CGMI/DNIT   ?

<henrique.silva@dnit.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.