ESTÚDIO 41 PROPÕE NOVO DESENHO PARA RUA BARÃO DO CERRO AZUL

O escritório Estúdio 41 apresentou uma proposta de novo desenho para a Rua Barão do Cerro Azul. A proposta é parte do projeto Di.ver.cidade, que reúne 23 escritórios locais sob curadoria de Consuelo Cornelsen.

O projeto do escritório defende a extensão natural do piso de paralelepípedos, iniciado no Largo da Ordem, até o pavimento da Rua do São Francisco. Esse trecho ampliado de travessia elevada passaria a ser uma praça protegida, onde os veículos devem reduzir sua velocidade. Para garantir a segurança do pedestre em dois pontos críticos – o final da Barão do Cerro Azul e a Rua Monsenhor Celso – são propostos monolitos em concreto que desempenham dupla função, criando barreiras ao fluxo de veículos em velocidade provenientes das duas direções, e, em alguns pontos da praça, servem como bancos e áreas de descanso.

Para dar continuidade e ampliar os espaços livres, além de garantir a escala de leitura dos monumentos implantados nesse cruzamento, é sugerida a relocação da imagem de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, que hoje encontra-se sobre um obelisco cilíndrico distante do olhar dos pedestres. O obelisco compete visualmente com o contexto histórico imediato e com o marco tradicional da avenida:  as torres da Catedral de Curitiba, e, ao mesmo tempo, não consegue destaque frente à verticalização dos edifícios José Gulin e Barão do Serro Azul.

Nas calçadas entre a Travessa Nestor de Castro e a Rua 13 de Maio propõe-se um piso em padrão linear executado em pedra portuguesa preta e branca. O desenho limpo e de fácil leitura tem a intenção de gerar referência visual de continuidade no nível do pedestre e ao mesmo tempo contrastar com o excesso de informação provocado pela poluição visual e descontinuidade morfológica das fachadas dos edifícios. 

 

SOBRE O ESTÚDIO 41 – www.estudio41.com.br
Estúdio 41 é um escritório de arquitetura em Curitiba  nascido da colaboração entre arquitetos formados pela UFPR e interessados na discussão dos problemas da arquitetura e da cidade. Acreditamos no trabalho de equipe e no exercício colaborativo entre profissionais como um dos melhores meios de se alcançar qualidade no projeto de edifícios.
Vivemos em Curitiba e entendemos o debate, o questionamento contínuo sobre a maneira como usamos o ambiente urbano, como modo de fazer um projeto evoluir e transformar-se, gerando assim melhores soluções para os espaços onde vivemos. A arquitetura de Curitiba não é tão reconhecida quanto o seu planejamento urbano, mas sabemos que são os edifícios, junto com os espaços públicos, que dão forma à cidade. Ou seja, boas cidades são construídas também pelos seus bons edifícios.
Sabemos que não há certezas pré-estabelecidas na abordagem do projeto. É necessário construir coletivamente, com os clientes e os vários profissionais envolvidos, as perguntas e as respostas que nos ajudarão na busca das possíveis soluções de um projeto. A arquitetura assume, dessa forma, uma dimensão que começa na pesquisa teórica, passa pela etapa de desenho e vai até a execução no canteiro de obras.
Temos nos dedicado à elaboração de projetos para concursos de arquitetura não só como uma forma de trabalhar com o que gostamos, mas também como oportunidade de amadurecer as questões relativas ao campo da arquitetura e urbanismo, o que só é possível, no nosso entendimento, quando encara-se os problemas na prática da profissão.
Além disso, buscamos clientes dispostos a usufruir da arquitetura contemporânea como uma maneira de qualificar a própria vida. Uma casa, qualquer edifício, nos acompanha durante muitos anos. Nada melhor que ao longo desse tempo tenhamos espaços inteligentes que possam potencializar o trabalho, o lazer e o descanso.
Nosso objetivo como escritório é dar atenção especial a cada cliente, suas necessidades e as características específicas de cada programa, de cada local. Assim é possível fazer uma arquitetura responsável, promovendo as nossas vidas, sem deixar de ter em conta a vida em sociedade.
pedro@rpnacobogo.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.