Joalheria repaginada traz um novo conceito arquitetônico à Curitiba

Cada projeto tem suas características próprias, seja ele tradicional ou moderno. Pensando nisso, a arquiteta Carla Kiss executou o espaço clássico repaginado da Reneê Joias, uma joalheria de 43 m² localizada no Shopping Pátio Batel, em Curitiba (PR).
“A execução do ambiente iniciou quando o shopping ainda não havia inaugurado. Assim, o desafio foi lançado: criar uma joalheria especial, que chamasse atenção e ao mesmo tempo tivesse o perfil do público, pessoas de média e alta classe, clientes cativos, consumidores há anos, que confiam na marca prezando pela segurança das joias”, conta a profissional. Dessa forma, seguindo o desejo dos proprietários e combinando com a proposta do shopping, a arquiteta criou um projeto contemporâneo e inovador.
A loja por si só é bastante atrativa, pois fica localizada em um espaço de esquina no interior do shopping e dá acesso aos elevadores. Por isso, Carla investiu em uma fachada marcante, com grandes painéis de vidro e de madeira, proporcionando maior visão da parte interna da loja. Além disso, o projeto conta com letreiro luminoso, volumes retos e uma mescla de materiais e cores, o preto brilhante, do Alucobond e madeira, em painéis madeirados. “Seguindo a linguagem da fachada, o preto e a madeira foram adotados para criar toda a conceituação do espaço interno”, cita a arquiteta.
Este possui vários destaques, dentre eles o piso e os espelhos. Os dois elementos também foram trabalhados de forma diferenciada. A parede principal da parte interna recebeu um espelho com o objetivo de ampliar, levando em consideração o formato da loja, mais estreito. O piso, feito em madeira natural e cerâmica preta polida, conferiu o conforto ao ambiente que deveria ser personalizado e deixou as áreas de circulação e atendimento da loja bem delimitadas.
O mobiliário foi todo desenhado especialmente para a loja, com mesas de atendimento e cadeiras de acrílico Louis Ghost de assinatura Phillippe Starck. O revestimento com painéis madeirados foi utilizado para proporcionar mais aconchego e parte deles serve também para acesso a armários e espaços de estoque.
No projeto, a arquiteta usou somente materiais certificados e iluminação em LED, garantindo economia de energia.
redacao@bgcomunicacao.com.br
Créditos das fotos (projeto): Ronaldo Ruffino.
Crédito da foto (arquiteta): Manoel Guimarães.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.