Últimas

Museu de Arte Contemporânea expõe obras da América Latina durante Bienal Internacional de Curitiba

 O Museu de Arte Contemporânea de Curitiba recebe a exposição Luz Versus Luz, que reúne nomes expoentes de diversos países da América Latina e tem curadoria assinada pela crítica de arte Adriana Almada. Vinte e oito obras estarão em exposição de 3 de outubro a 6 de dezembro.

Com o tema Luz do Mundo nesta edição, a curadoria da Bienal buscou explorar obras que transitam por variados desdobramentos da luz. “Luz versus luz, estas três palavras juntas dão o título a um poema de Paulo Leminski escolhido para nomear esta exposição que trata de luz como imagem, conceito e experiência”, explica a curadora Adriana Almada.

Os artistas convidados para a exposição são Alejandra Mastro (Argentina-Guatemala), Alfi Vivern (Argentina-Brasil), André Azevedo (Brasil), Carina Weidle (Brasil), Carlos Huffmann (Argentina), Claudio Álvarez (Argentina-Brasil), Constance Pinheiro (Brasil), Daniel Mallorquín (Paraguay), Eduardo Aguiar (Brasil), Francis Naranjo (Islas Canarias), Guita Soifer (Brasil), Gonzalo Ivo (Brasil), Joaquín Sánchez (Bolivia), Jorge González Lohse (Chile), José Antonio de Lima (Brasil), Liliana Zapata (Bolivia), Manuel Chavajay (Guatemala),Marcelo Moscheta (Brasil), Matilde Marín (Argentina), Paulo Leminski (Brasil), Ramón Esono Ebalé (Guinea Ecuatorial), Rogério Ghomes (Brasil) e Vilma Slomp (Brasil).

Sobre a curadora

Adriana Almada é crítica de arte, escritora, poeta, editora e curadora independente residente em Assunção, Paraguay. Compôs o corpo curatorial de diversas bienais na Améria Latina. Publicou livros e catálogos de arte contemporânea da América do Sul ecoordenou volumes de crítica de arte.

Sobre o MAC

O Museu de Arte Contemporânea funciona na sua atual sede desde 1974. O museu faz a divulgação do seu acervo por meio de mostras temáticas periódicas e ealiza também diversos panoramas de arte, com exposições temporárias, individuais e coletivas. Além dos pisos térreo e superior, conta também com a Sala Theodoro de Bona, inaugurada em 1989, com 155 metros quadrados e mostras temporárias de artistas contemporâneos.

Sobre a Bienal

A Bienal Internacional de Curitiba completa 22 anos em 2015 priorizando a arte que vai para as ruas, com ações que não se restringem aos museus, centros culturais e galerias, mas que ganham o espaço urbano. Tem curadoria geral do crítico de arte Teixeira Coelho e acontece na capital paranaense entre os dias 3 de outubro e 6 de dezembro com obras de artistas dos cinco continentes em mais de 100 espaços da cidade. Toda a programação é gratuita, exceto pelas exposições no Museu Oscar Niemeyer que segue as tarifas do museu (R$ 9 e R$4,50).

Publicações

Com o início do evento, o guia com a programação da Bienal será distribuído nos espaços expositivos e em diversos pontos da cidade. O site oficial também incluirá toda a programação e as informações gerais. Os catálogos da Bienal Internacional de Curitiba e do Festival de Cinema contêm informações detalhadas de todos os artistas e obras e poderão ser adquiridos a partir de outubro. O guia e o catálogo da Bienal são editados pela Arte e Letra.

Patrocínio

O Ministério da Cultura apresenta a Bienal Internacional de Curitiba 2015, realizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura (Lei Rouanet). Esta edição conta com o patrocínio master da UEG Araucária e patrocínio do BNDES, Petrobras, Sanepar, Copel, Scania e BRDE. Tem copatrocínio da Barigui Financeira, Sesi FIEP, Monreal Construtora, Pátio Batel e URBS. Tem o apoio da APAP-PR e Tintas Coral. O apoio internacional da Fundação Japão, Consulado Geral do Japão, Embaixada da Argentina, Consulado da Argentina em Curitiba, Prefeitura de Columbus, Prefeitura de Cracóvia, Embaixada da Itália, Consulado Geral da Itália em Curitiba, Instituto Italiano de Cultura de São Paulo, Centro Cultural Coreano no Brasil, Consulado Geral da República da Coréia, Embaixada do México, Embaixada da Suécia, Wichita State University, Fulbright, Consulado de Israel em São Paulo, Goethe Institut.

Serviço

Exposição “Luz versus Luz”no Museu de Arte Contemporânea
Data: 3 de outubro a 6 de dezembro
Local

MAC – Rua Des Westphalen, 16 – Centro, Curitiba – PR

41 3222-5172 | ww.mac.pr.gov.br

Entrada franca
Redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube
Informações: www.bienaldecuritiba.com.br

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*