Doppelgänger – o mito do duplo

Julia Vieira é casada com Julio Matos. Ambos são atores de sucesso. O terceiro personagem é Marco Aurélio,  o psicanalista de Julio, que é também um fã apaixonado de Julia. Detalhe:  Julio tem um duplo! O espectador nunca terá certeza, por mais perigosa que seja a situação, de quem está em cena, se Julio ou seu duplo. A dificuldade desta narrativa consiste em fazer o espectador acreditar que Julio não é um maluco comum, que ele tem realmente um duplo de carne e osso, como eu e você.

“Detesto humor negro”, diz o consagrado diretor Domingos Oliveira. “O terror não precisa disso, ele é em si engraçado e eu não brinco em serviço, ou melhor, brinco somente no meu serviço”

Aclamado pela crítica, o espetáculo é inspirado no antigo mito do “gêmeo mau”. “Cada um de nós tem um duplo, igual, mas que trás consigo a morte e a destruição”, lembra Domingos. “Qualquer um de nós pode encontrar seu duplo de repente, à sombra de uma esquina, na praia ou na plateia de um teatro”.

Ficha técnica: Gênero: comédia. Diretor: Domingos Oliveira. Elenco:  Priscilla Rozenbaum, Ricardo Kosovski e André Mattos

Serviço:

Onde:  Teatro José Maria Santos (R. 13 de Maio, 655, São Francisco, Curitiba)

Quando: 11 a 13/03

Preço: R$ 40 (1/2 entrada: R$ 20)

Onde comprar:  Disk ingressos
http://www.diskingressos.com.br/grupo/290

(deinverno1@gmail.com)

7a7f9fb5-e979-4c83-8c78-f1a87deeb893 524e4c25-7cd4-44b0-ba5f-b92fd1fcf09c f00e2207-beda-4760-97b5-ab4e9e3a31d9

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.