Entenda a diferença entre diarreia e disenteria

Não há mãe que não se preocupe com a saúde de seu filho. E mesmo para aquelas que não são mamães de primeira viagem, é comum surgirem dúvidas com relação ao aparecimento de alguns sintomas nos pequenos. Um exemplo é quando a criança apresenta fezes um pouco mais amolecidas. Nesse cenário, como saber se a criança está com diarreia ou com disenteria? Qual tratamento adotar?

Tanto na diarreia como na disenteria ocorre uma perda de água e eletrólitos, que resulta no aumento do número de evacuações. “Em ambas as doenças, a criança apresenta a diminuição da consistência das fezes”, descreve a gerente médica da unidade MIP (Medicamento Isento de Prescrição) do Aché Laboratórios, Dra. Talita Poli Biason.

O que diferencia uma da outra é, em especial, o aparecimento de sangue nas fezes. “Chamamos de disenteria quando, além da alteração na frequência e consistência, há presença de sangue e muco nas fezes”, esclarece a médica. “A disenteria é resultado de um processo inflamatório intestinal intenso que provoca, geralmente, lesão das células intestinais e o consequente aparecimento de sangue nas fezes”, acrescenta. Os episódios de evacuações podem ter duração que variam entre poucos ou até 14 dias.

CAUSAS

A causa da diarreia aguda em crianças, em grande parte dos casos, é a infecção por vírus, bactérias ou outros parasitas. “Os vírus são os principais agentes causadores da diarreia, de forma geral, na população pediátrica. Já a desinteria é, comumente, causada por bactérias específicas, como alguns tipos de Eschericia Coli e Shiguella”, informa a médica.

 

FIQUE ATENTO!

A Organização Mundial da Saúde recomenda a reposição de zinco nos episódios de diarreia infantil aguda, pois o suplemento auxilia na diminuição e também na gravidade dos episódios. Isso porque contribui para a regeneração das células presentes na mucosa intestinal. “Um dos mecanismos de ação do zino na diarreia aguda é favorecer a recuperação da mucosa intestinal, que foi danificada pelos agentes agressores”, diz a médica.

Nos casos de crianças que possuem sangue nas fezes, o ideal é buscar o auxílio de um médico. “Em ambas as doenças, deve-se aumentar o consumo de líquidos pela criança. O uso de Solução de Reidratação Oral (SRO) após cada evacuação diarreica é, em geral, recomendada pelos pediatras”, indica a Dra. Talita. “A SRO deve ser utilizada enquanto a criança apresentar episódios de diarreia. O zinco deve ser mantido por 10 a 14 dias (ou conforme orientação do médico)”, conclui a gerente médica da unidade MIP Aché.

 

Sobre o BioZinc

Biozinc é um suplemento alimentar de zinco na forma de gliconato de zinco (2mg/0,5ml). O zinco influencia mais de 300 enzimas do corpo humano, é necessário para o crescimento e desenvolvimento do organismo, tem ação antioxidante, é fundamental para o sistema imunológico e é importante para a saúde intestinal. O zinco atua na integridade da mucosa do intestino (o que impede a entrada de microrganismos), favorece a multiplicação e diferenciação das células intestinais, além de influenciar a regulação da perda de água pelas fezes. Biozinc é disponibilizado em solução oral sabor guaraná com 75 mL e acompanha seringa dosadora. Biozinc: cuidando da saúde do intestino.

www.facebook.com/unidoscontraadiarreiainfantil

 

Sobre o Aché     

O Aché é uma empresa 100% brasileira, com quase 50 anos de atuação no mercado farmacêutico. Conta com três complexos industriais: em Guarulhos (SP), São Paulo (SP) e Anápolis (GO). São mais de quatro mil colaboradores e uma das maiores forças de geração de demanda e de vendas do segmento no Brasil. Para atender às necessidades dos profissionais de saúde e consumidores, o Aché oferece um portfólio diversificado com 303 marcas em 747 apresentações de medicamentos sob prescrição, genéricos e MIP (isentos de prescrição), além de atuar também nos segmentos de dermatologia e nutracêuticos. Ao todo, são 130 classes terapêuticas e mais de 20 especialidades médicas atendidas. Recentemente, com a criação da Bionovis, passou a atuar em biotecnologia. No mercado internacional, exporta para 12 países das Américas, África e Japão. O Aché foi o primeiro colocado do setor Farma e Life Sciences do prêmio Inovação Brasil 2015, realizado pelo Valor Econômico em parceria com a Strategy&. Em 2014, a companhia foi eleita a melhor empresa do setor farmacêutico pela revista Exame, na premiação Melhores & Maiores.

www.ache.com.br

www.facebook.com/achelaboratorios

<stefane.braga@dezoitocom.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.