Varizes e varicoses: saiba como prevenir

As varizes e varicoses atingem a maioria da população, principalmente depois de uma certa idade. Porém, para se prevenir destes problemas, basta mudar pequenas atitudes que afetam o seu dia a dia para que as chances deste mal te atingir diminuam.

Todas as vezes que temos que subir, seja uma escada, uma rampa, temos mais dificuldade do que uma superfície plana ou uma descida. A mesma coisa ocorre em nosso corpo com o sangue, pois este tem um longo caminho a ser percorrido do momento que sai dos pés para chegar ao centro, no coração.

É um trabalho pesado, que exige esforços também dos músculos, veias e válvulas para que seja concluído. Quando algum deles deixa de funcionar e perde o pique de fazer o sangue subir, este para e começa a obstruir as veias. E é a partir disso que as varizes aparecem.

Mais que estética

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Centro de Saúde Escola de Botucatu, as varizes e varicoses são bem comuns e atingem aproximadamente 35% da população brasileira. E engana-se quem pensa que que esta é mais uma questão estética.

Se elas não forem tratadas adequadamente, podem evoluir para uma hipertensão venosa crônica e trombose. Há ainda o risco de infeccionar e terminar em úlcera varicosa.

Causas

As mulheres devem ter mais cuidados em relação às varizes, principalmente no período de gestação, período mais propício para seu aparecimento. Isso porque a maior concentração de hormônios estrógeno e progesterona possuem um efeito intitulado vasodilatador. Isso, associado ao aumento do útero, que ganha peso e acaba comprimindo os vasos pélvicos, acabam por dificultar a circulação sanguínea.

Para evitar que isso ocorra, é essencial que o pré-natal seja feito em um local adequado, não ganhar muito peso durante os nove meses e fazer o uso das meias elásticas.

Apesar de surgirem com mais facilidade, as varizes adquiridas durante a gravidez são as únicas que podem desaparecer sem a realização de nenhum procedimento. Com a dilatação, as veias podem voltar ao normal, resultando na ‘cura’ destas varizes.

Queridinho das mulheres, o salto alto deixa o look muito mais elegante, mas uma pesquisa realizada pela Divisão de Cirurgia Vascular e Endovascular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto mostra que o salto influencia no aparecimento de varizes porque deixa a região do tornozelo imobilizada, o que impede a contração da musculatura da panturrilha e o bombeamento de sangue. Isso ocorre independentemente do tipo de salto. O que pode interferir é a altura.

Quem já tem propensão às varizes deve tomar cuidado com a dobradinha anticoncepcional e tabagismo. Isso porque os hormônios contidos na pílula fazem com que o risco de criação de coágulos de sangue fique maior, o que poderia obstruir as veias.

Junto a isso, as substâncias tóxicas presentes no cigarro são vasodilatadoras. Assim, tenha certeza de que combinação: herança genética + pílula anticoncepcional+ cigarro vai resultar em varizes.

Assim, fique atenta a essas situações e evite a fim de prevenir o aparecimento dessas incômodas varizes. <thiago@apexagencia.com.br>

2f9ba573-0d1f-44d3-a352-d09b424ade7d

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.