Coleção de selos raros vai a leilão em Curitiba

Cerca de 200 mil selos de mais de 120 países serão leiloados em maio; primeira série de selos do Brasil fazem parte da coleção

Uma coleção com cerca de 200 mil selos raros será leiloada em 16 de junho, em Curitiba, com lance inicial de  40 mil dólares (cerca de R$ 140 mil).  A coleção de Selos Dylek é um acervo filatélico acumulado durante 70 anos, entre 1930 e 2000. Em razão do longo período de colecionamento, há selos em bom estado de conservação de vários países que hoje não mais existem. No total, mais de 120 países têm seus selos nos álbuns para leilão. O leiloeiro Helcio Kronberg realiza o pregão.

A coleção ganha valor ainda maior por conter os primeiros selos de alguns países, como Brasil – incluindo o famoso Olho de Boi, primeira série de selos postais emitidos pelo país – e Grã-Bretanha. Ela também reúne selos raros do Vaticano, Bélgica e Alemanha, além de exemplares de ex-colônias britânicas, portuguesas e francesas, entre outras.

Colecionar selos é um dos mais populares passatempos do mundo. Há estimativas de que o número de colecionadores chega a 20 milhões só nos Estados Unidos.

Sobre Helcio Kronberg – Leiloeiro público oficial pela Junta Comercial do Estado do Paraná e leiloeiro rural pela Federação de Agricultura e Pecuária do Paraná desde 2000. Possui ampla experiência em leilões extrajudiciais e judiciais. Mestre, especialista e bacharel em Direito e Administração, com formação também em Economia e Ciências Contábeis, tem cinco livros publicados e atua na docência. Para mais informações basta acessar: www.kronberg.com.br.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.