Dia dos Pais: Saiba quais são os principais exames preventivos para homens

Clovis Cechinel, clínico geral do Laboratório Frischmann Aisengart, é quem faz o alerta

Segundo dados do Ministério da Saúde, as mulheres realizam seis vezes mais exames preventivos do que os homens, apesar da proteção natural fornecida pelos hormônios femininos, como o estrogênio, presentes na idade reprodutiva. O homem, em contrapartida, além de fazer menos exames preventivos, tende a fumar e beber mais, além de ser mais sedentário e ter, na média, mais sobrepeso.

Segundo Clovis Cechinel, clínico geral do Laboratório Frischmann Aisengart, não há idade limite para começar a fazer exames preventivos. Caso o homem fume, esteja acima do peso, tenha antecedentes familiares e seja sedentário, deve iniciar uma rotina de exames o quanto antes, sempre com acompanhamento médico. Se os resultados estiverem dentro de índices normais, os exames devem ser repetidos a cada dois anos e, se alterados, a critério do especialista. Para aqueles com hábitos de vida mais saudáveis, os exames de check-up e preventivos também estão indicados, especialmente após os 30 anos.

Para Cechinel os homens, assim como as mulheres, devem se submeter a exames laboratoriais. Entre eles, os mais solicitados atualmente são: análise completa de urina, fezes e de sangue para verificar índices de lípides (como colesterol e suas frações, triglicérides), glicemia (para diagnóstico de diabetes), hemograma (para avaliar anemias e células de defesa), creatinina, ureia e eletrólitos (cálcio, potássio, magnésio e sódio), e radiografia de tórax.

O médico alerta para dois exames importantes para os homens: o de próstata e o testicular. O exame para investigação da próstata é o toque retal e a medida sanguínea do PSA (antígeno específico da próstata). Alguns tipos de câncer podem ser apenas acompanhados, sem a necessidade de intervenções, até para garantir melhor qualidade de vida e, portanto, o diagnóstico precoce por meio destes exames se torna cada dia mais importante.

Contudo, a Sociedade Brasileira de Urologia recomenda rastreio do PSA e toque anualmente em homens acima de 50 anos. Mas, se houver diagnóstico de câncer de próstata na família ou para homens negros, o PSA deve ser medido a partir dos 45.

Outro exame de relevância é o testicular, que pode ser avaliado por dosagens hormonais e de marcadores tumorais, além de exames de imagem. Este câncer é mais comum entre 15 e 35 anos e geralmente tem cura, especialmente se for detectado logo.

A avaliação cardiológica precoce é de extrema importância quando houver antecedentes familiares de doenças do coração. Nas famílias em que há vários casos de infartos e derrames cerebrais, especialmente quando ocorreram com parentes mais jovens, é mandatória a investigação aterosclerose (deposição de gorduras nas artérias). Devem fazer parte dessa avaliação geral exames como eletrocardiograma, teste de esforço e ecocardiograma. Os resultados destes exames devem ser analisados pelo médico que assiste o paciente e que, conforme os resultados, continuam com avaliações e exames mais específicos.

Cechinel explica que a diferença entre preventivo e check-up é que os exames preventivos são específicos para determinadas doenças como, por exemplo, os preventivos de câncer (como o de próstata) ou o preventivo cardiológico, que abrange somente os exames ligados à saúde do coração. “O check-up é um conjunto de ações mais abrangentes, multidisciplinares, que envolvem o diagnóstico, orientação e também a prevenção de doenças. Abrange os ditos preventivos, sendo uma avaliação mais completa de saúde”, define o médico.

 Sobre o Laboratório Frischmann Aisengart

O Laboratório Frischmann Aisengart completa 71 anos e é considerado uma referência para o segmento de medicina diagnóstica. Possui mais de 600 colaboradores e mais de 35 unidades no Paraná. São mais de três mil tipos de exames de análises clínicas, soluções diferenciadas e alto padrão de atendimento, além do serviço de vacinas. Para mais informações: www.labfa.com.br ou (41) 4004-0103.  Siga o Frischmann Aisengart nas redes sociais: Blog – blog.labfa.com.br; Facebook – facebook.com/laboratorio.fa.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.