Aparelhos intra-orais melhoram a qualidade do sono e podem acabar com o ronco e apneia do sono

foto_ronco

Um estudo realizado pelo Segundo o Instituto Brasileiro do sono aponta que mais de 30% dos brasileiros possuem distúrbios do sono, que podem prejudicar substancialmente a saúde e a qualidade de vida. Existem diversos tratamentos para esses problemas e um dos mais efetivos e práticos é o uso de aparelhos intra-orais que são confeccionados por dentistas e devem ser utilizados durante o período do sono.

A Dra. Emanuele Picinin explica que o aparelho é personalizado, feito para cada paciente através de um procedimento simples de moldagem. O dispositivo é fabricado em acrílico em seu exterior e de um material mais macio por dentro (que fica em contato com dentes). As duas partes são unidas para que seja possível realizar a projeção da mandíbula do paciente para frente, gerando um aumento no espaço para passagem de ar na garganta.

De acordo com a paciente L.A., de 63 anos, são inúmeros os benefícios do tratamento com o aparelho personalizado. “É inegável a melhoria da qualidade do sono. Antes eu já acordava cansada, sentia sonolência durante o dia todo, tinha dificuldade de concentração e sentia um sono incontrolável no meio da tarde”, explica.

A paciente comenta também que começou a apresentar sintomas incômodos após a menopausa, em que ela acordava de sobressalto diversas vezes durante a noite, como uma espécie de pesadelo, além disso, pessoas próximas a ela perceberam ronco excessivo – fatos que fizeram a paciente buscar auxilio no consultório odontológico e realizar diversos exames que comprovaram a existência da apneia do sono.

Adaptação

Ao contrário de métodos como o CPAP, que utilizar compressor de ar, e da cirurgia de recorte da úvula, parte posterior da boca, ou da intervenção de avanço de mandíbula, o aparelho é permite fácil adaptação do paciente e não apresenta rejeição, pois não se trata de um procedimento invasivo.

“Todos os pacientes se adaptam ao aparelho. Já na primeira noite de sono é possível ver resultados. No outro dia o paciente se sente descansado, pois a melhora na respiração à noite, deixa o paciente mais relaxado e consequentemente os benefícios já são observados no dia seguinte”, explica a Dra. Emanuele.

Para L.A., o conforto e a segurança do tratamento foram fundamentais na escolha. “É muito fácil de usar e, depois de um tempo, a gente acaba acostumando a colocar antes de ir dormir e a retirar quando se levanta”, ressalta a paciente, adepta do aparelho há oito anos.

Além disso, a eficácia do uso do aparelho chega a 90% dos casos, enquanto apenas a metade dos pacientes que optam pela cirurgia conseguem se livrar dos distúrbios do sono.

faceart

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.