CAIXA Cultural Curitiba traz “Mostra de Cinema Russo Contemporâneo”

A CAIXA Cultural de Curitiba apresenta, de 22 a 27 de novembro, a Mostra de Cinema Russo Contemporâneo, com a exibição de 12 filmes representativos do período da “Perestroika” e da produção dos últimos 20 anos do país. O projeto, inédito na capital paranaense, é uma realização da Ars et Vita com curadoria de  Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova, e também conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal. Além da programação de filmes, a mostra contará com a participação de convidados, curadores e críticos especialmente convidados para palestras e atividades durante o evento.

Serão exibidos filmes relevantes para a história do cinema russo e do próprio país como Penitência, de Tenguiz Abuladze, considerado marco da Perestroika nas artes visuais; Garota Internacional, de Piotr Todorovskiy, um dos primeiros filmes a abordar o tema da prostituição na União Soviética; O Assassino do Czar, de Karen Shakhnazarov, que conta a verdadeira história do assassinato da família imperial russa e O Sol Enganador, de Nikita Mikhalkov, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro em 1994.

No dia de abertura da mostra, além de assistir ao filme Penitência, de Tenguiz Abuladze, às 16h, o visitante vai poder também participar, às 19h, da mesa-redonda com os curadores (Gustavo Carvalho e Maria Vragova) e com crítico de cinema russo Maksim Pavlov, que também fará duas palestras dedicadas ao cinema russo, no dia 24.11 e 25.11, a mesa-redonda e as palestras terão entrada franca.

“O cinema russo foi, com certeza, sempre um dos mais expressivos do mundo e o país contribuiu de maneira singular para o desenvolvimento da sétima arte no século XX, por meio de filmes de realizadores como Serguei Eisenstein, Andrey Tarkovsky e Alexander Sokurov, que são conhecidos internacionalmente. O cinema russo atual e os realizadores responsáveis pela continuação desta grande escola são, ao contrário, desconhecidos de grande parte do público. A mostra de cinema russo contemporâneo tem o objetivo de proporcionar a mudança dessa situação, apresentando ao público brasileiro alguns dos melhores exemplos do cinema russo após a queda da União Soviética”, explica Luiz Gustavo.

Programação:

 

Data: 22 de novembro (terça-feira)

Horário: 16h

PENITÊNCIA – diretor Tenguiz Abuladze (URSS) – 1984 – 153’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Apesar de ter sido realizado em 1984, Penitência, o último filme do diretor georgiano Tenguiz Abuladze, só pode ser exibido ao público em 1987. Artistas como Sandro Barateli e sua esposa são os primeiros a sofrer com o regime totalitarista instaurado em seu país. Anos depois, a filha decide vingar a morte dos pais e três gerações de uma família pagam pelos pecados dos seus antepassados. Penitênciarepresenta o final de uma época no cinema soviético e anuncia uma nova página na história do país, sendo considerado um dos primeiros marcos na arte audiovisual da época da Perestroika.

 Horário: 19h

Mesa-redonda com a participação dos curadores Gustavo Carvalho e Maria Vragova e do crítico de cinema russo Maksim Pavlov.

 Data: 23 de novembro (quarta-feira)

 Horário: 16h

MELODIAS DAS NOITES BRANCAS  diretor Serguei Soloviev (URSS) – 1976 – 97’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

O maestro e compositor russo Ilya e a jovem pianista japonesa Yuko conhecem-se em Leningrado. Após o seu regresso para o Japão, Yuko tenta esquecê-lo, porém, durante uma gravação ressurgem sentimentos, acompanhados das lembranças das noites brancas do verão russo e a consciência do obstáculo que os separa.

Horário: 19h

ASSA – diretor Serguei Soloviev (URSS) – 1987 – 153’

Classificação: não recomendado para menores de 14 anos

Sinopse:

Um mafioso intelectual vai à cidade de Yalta para roubar um precioso violino. Bananan, um jovem e talentoso músico, apaixona-se por Alika, amante do velho bandido. O filme narra o conflito entre duas épocas, o velho mafioso que incorpora a URSS e o rapaz sonhador da Rússia, na época da Perestroika. Uma das principais obras de Serguei Soloviev, o filme relata o fim do antigo império, e mostra-nos como tudo de positivo e atraente dos novos tempos nada mais é do que o resultado deste sistema e, por isso, é também condenado a naufragar com ele.

Data: 24 de novembro (quinta-feira)

 Horário: 16h

ROSA PRETA – EMBLEMA DA TRISTEZA, ROSA VERMELHA – EMBLEMA DO AMOR  diretor Serguei Soloviev (URSS) – 1989 –139’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Este filme é um hino tragicômico de uma época louca. Querendo proteger a filha, os pais de Alexandra a trancam na casa do avô. Isto não impede que ela conheça o dissidente Tolik, que acabou de sair do manicômio, e o extravagante órfão Mitia. Rosa preta, emblema da tristeza; rosa vermelha, emblema do amor passou a ser também o emblema de uma marcha da luta e do entusiasmo de artistas que descrevem com veemência uma época caótica e de mudanças.

Horário: 19h

Palestra “O Cinema de Serguei Soloviev e o cinema de Perestroika”, com o crítico russo Maksim Pavlov

Data: 25 de novembro (sexta-feira)

 Horário: 16h

QUERIDA ELENA SERGUEEVNA  diretor Eldar Ryazanov (URSS) – 1988 –  94’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Elena Sergueevna, professora de um ginásio russo durante a Perestroika, recebe no dia do seu aniversário uma inesperada visita de quatro alunos. Grata e surpresa, ela os convida para a sua casa, e só durante a noite percebe o verdadeiro motivo da visita. Um filme importante para se compreender as mudanças no sistema escolar durante a época da Perestroika.

Horário: 18h

Palestra “Cinema russo dos anos 1990 e a situação atual” com o crítico de cinema russo Maksim Pavlov

 Horário: 20h

MERCADORIA 200 – diretor Alexei Balabanov (URSS) – 2007 – 90’

Classificação: não recomendado para menores de 18 anos

Sinopse:

Inspirado em um pequeno artigo de jornal, Mercadoria 200 é, provavelmente, o filme mais importante na carreira de Balabanov, que faz, aqui, uma autópsia do seu país. Tendo como fundo a guerra do Afeganistão, este thriller conta a história de um policial maníaco, sua mãe, um professor universitário ateu, o líder do partido local e sua filha desaparecida, entre outros habitantes da pequena cidade soviética de Leninsk.

Data: 26 de novembro (sábado)

Horário: 14h

A POMBA BRANCA – diretor Serguei Soloviev (URSS) – 1986 – 95’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Em 1946, na pobre cidade de Poinciana, as crianças são confrontadas com a formação militar, a elite local ostenta falsas histórias nas salas de bilhar e bandos  divertem-se com brigas sangrentas. É neste contexto que aparece na cidade uma linda pombinha branca. Quase morrendo, Ivan consegue apanhá-la e logo passa a ser cobiçado pela “máfia dos pombos”.

Horário: 16h

O SOL ENGANADOR – diretor Nikita Mikhalkov (URSS) – 1994 – 151’

Classificação: não recomendado para menores de 14 anos

Sinopse:

Durante o verão de 1936, o premiado drama de Nikita Mikhalkov retrata as perseguições stalinistas da década de 1930. O legendário militar Kotov, camarada preferido de Stalin, passa as férias com sua família em uma “datcha” (casa de campo). Tudo muda com a inesperada chegada de Mitia, quem a família não via durante muitos anos.

Horário: 19h30

O ASSASSINO DO CZAR – diretor Karen Shakhnazarov (URSS) – 1991 –  104’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Um novo médico assume a direção de um hospital psiquiátrico em uma província russa. Ele desperta um interesse especial por umdoente que alega ter matado Nikolai II, o último Czar da Rússia. Ao longo das conversas com o paciente, ele compreende que a tragédiada família imperial é também a sua tragédia. O Assassino do Czar é o primeiro filme russo realizado sobre o fatídico destino do últimoCzar e da sua família.

Data: 27 de novembro (domingo)

 Horário: 14h

ESSA NÃO SOU EU – diretora Maria Saakyan (URSS) – 2012 – 102’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Um retrato de duas gerações femininas. Uma mãe, diretora de um coral de renome internacional, e sua filha, perdida entre a solidão e a tecnologia. Indiferentes aos seus próprios sentimentos, a distância entre ambas leva-as a arriscarem suas vidas, sem pensar nas consequências.

Horário: 16h

FAROL – diretora Maria Saakyan (URSS) – 2006 – 98’

Classificação: livre para todos os públicos

Sinopse:

Lena, originária de uma pequena cidade cáucasa, foi procurar a sua felicidade em Moscou. Ela regressa para a sua cidade natal, onde moram os seus avós e onde eclodiu a guerra. Todos preferem não falar sobre a guerra, mas é impossível ignorá-la e agora Lena tem que descobrir o mundo dentro da guerra e compreender que fugir não quer dizer se salvar ou salvar os outros. O destino dela é encontrar a si própria nesta situação.

Horário: 19h

MENINA INTERNACIONAL – diretor Piotr Todorovsky (URSS) – 1989 – 151’

Classificação: não recomendado para menores de 16 anos

Sinopse:

Garota internacional é um dos primeiros filmes na história do cinema soviético que aborda um dos temas tabus da URSS: a prostituição. Tânia trabalha oficialmente como enfermeira, mas ganha a sua vida como prostituta. Em busca de um novo começo, ela quer fugir da difícil realidade soviética. Porém, a única saída para ser independente é deixar o país e casar-se com um estrangeiro.

Serviço:

Cinema: Mostra de Cinema Russo Contemporâneo

Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)

Data: 22 a 27 de novembro de 2016 (terça a domingo)

Horário: confira a programação completa em www.caixacultural.gov.br

Ingressos: vendas apenas no dia da apresentação de cada um dos filmes. R$ 4 e R$ 2 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura. As palestras e mesas-redondas têm entrada franca. Os ingressos para as palestras serão distribuídos a partir de uma hora antes do início do evento.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: consultar programação

Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

assa_2

querida-elena-sergeevna

 

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.