Carnes de aves se destacam como opções mais saudáveis para as festas de fim de ano

Especialista da Quimtia Brasil fala sobre os mitos do crescimento rápido das aves e tira dúvidas sobre procedência e custo benefícios das carnes de peru e de frango.

Com as festas de final de ano se aproximando, uma das perguntas mais recorrentes às vésperas das comemorações é sobre o que vai ter nas ceias de Natal e de Ano Novo. No topo das listas de compras nessa época, o peru e o frango vêm se tornando cada vez mais a pedida certa para essas confraternizações. Entretanto, um mito surge dentre os mais saudáveis dos consumidores: qual a procedência e o custo benefício de se consumir tal carne?

De acordo com a gerente comercial da Quimtia Brasil, a veterinária Maria Antoanete Brandalize, empresa especialista na produção de insumos para ração de aves, além de custar entre 50% e 80% menos do que as carnes bovinas, ao contrário do que muitas pessoas pensam e falam, as aves não ingerem hormônios ou quaisquer substâncias para estimular ganho de peso.

“Tanto a carne do peru quanto a de frango são produzidas sob um extremo controle sanitário e nutricional. Elas crescem rapidamente porque têm potencial genético para isto e são muito bem cuidadas e alimentadas, graças a uma metodologia de nutrição adequada, a chamada Nutrição de Precisão”, explica a especialista.

O termo, ainda é pouco conhecido entre os consumidores finais, e ocorre quando a alimentação das aves, possui a quantidade essencial e exata de proteínas, carboidratos e gorduras necessárias para cada fase do crescimento do animal.

“O objetivo é que técnicos de campo possam oferecer a estas aves uma alimentação rica em nutrientes, o que acaba possibilitando um crescimento saudável e o mínimo de estresse durante o período de criação”, comenta Maria Antoanete.

Frango entra na briga pela mesa de fim de ano

Mesmo sendo pouco tradicional nas festas de fim de ano, a carne de frango também vem se tornando uma boa alternativa. Considerada uma das carnes mais baratas atualmente, o frango possui os mesmos padrões de alimentação que o peru, obtendo a mesma qualidade nutricional.

“Independentemente do que as pessoas vão eleger para a sua ceia de Natal e virada de ano, é válido lembrar que além de ter preços mais acessíveis ao bolso da maioria dos brasileiros, proteínas originadas da carne de peru ou da carne de frango possuem um alto valor nutricional para uma dieta saudável”, finaliza Maria Antoanete.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.