Últimas

“Direito é Legal” fala sobre o Dia da Consciência Negra

Projeto do NPJ da Estácio Curitiba leva informações para estudantes secundaristas

Em mais uma edição do projeto “Direito é legal”, os alunos do curso de Direito da Estácio Curitiba irão conversar com estudantes secundaristas sobre o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

No dia 21/11, os acadêmicos farão uma visita ao colégio estadual Elias Abrahão, no Cristo Rei,  para conversar com os alunos da escola sobre o significado do dia. Serão distribuídas cartilhas com informações pertinentes ao assunto no intuito de promover uma reflexão sobre a igualdade racial e inclusão sem qualquer tipo de discriminação.

O projeto “Direito é Legal” foi criado pelo Núcleo de Prática Jurídica da Estácio Curitiba (NPJ) para estimular a pesquisa entre os acadêmicos do curso de Direito e para tornar o Direito algo mais acessível para todas as pessoas. Nele, um tema é escolhido para que os estudantes pesquisem e preparem uma explanação que será apresentada para alunos do ensino médio.

Sobre a Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 46 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 500 mil alunos matriculados e uma estrutura de 5 mil colaboradores e 9 mil professores.

A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e à distância, de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura, nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas e, também, cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de Mestrado e três de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação) oferecidos pela instituição são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (CAPES). São desenvolvidos e ofertados, ainda, pela instituição, soluções de educação para empresas e cursos de extensão.

Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos totalmente alinhados às necessidades do mercado de trabalho e à evolução profissional dos alunos; e aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado. Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos, padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável.

 

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*