Villaggio Bassetti apresenta seu novo vinho Roberto

A uva tinta Sangiovese é a mais cultivada na Itália, e nos últimos anos ganhou popularidade mundial por dar origem a vinhos de estilos e personalidades bem distintas, em um reflexo do seu terroir. Foi a uva escolhida pela vinícola catarinense Villaggio Bassetti, consagrada pela produção de vinhos de altitude, para dar origem ao seu novo rótulo Roberto.

De coloração vermelha densa, o vinho Roberto apresenta harmonia entre estrutura e fruta madura. Deve ser servido em temperatura de 16oC e harmoniza bem com massas e carnes com molhos de média cremosidade. Seu tempo de permanência em barricas de carvalho francês foi de 22 meses e a graduação alcoólica é de 13%. “A safra é de 2013 e rendeu 300 garrafas. No próximo ano queremos chegar a um volume maior, pois agora já conhecemos melhor o potencial do vinhedo. Toda a produção envolve um trabalho muito intenso de melhoramento de solo e de conhecimento da uva”, conta o sócio-fundador da Villaggio Bassetti, Eduardo Bassetti.

Homenagem

O nome do vinho é uma homenagem ao filho do proprietário dos vinhedos de Sangiovese e Pinot Noir, Luiz Fernando Carvalho. Ele já havia homenageado a filha com o Pinot Noir que resultou no vinho Ana Cristina (safra 2014). Ambos os vinhos foram eleitos como o melhor do Brasil pelo Guia Adega de Vinhos Brasileiros 2016-2017. “Para nós, esses títulos são uma consagração do nosso trabalho”, diz Eduardo Bassetti. Os dois tem os rótulos assinados por artistas paranaenses, sendo que a foto do rótulo do vinho Roberto foi produzida por Manoel Guimarães na sede da vinícola em São Joaquim (SC).

Os vinhos da Villaggio Bassetti podem ser adquirido pelo site www.villaggiobassetti.com.br e em Curitiba também estão disponíveis na Adega Boulevard.

foto_garrafa_roberto

Sobre a Villaggio Bassetti: Localizada em São Joaquim, na serra catarinense, é consagrada pela produção de vinhos de altitude. O clima frio da região retarda e alonga o ciclo das videiras contribuindo para um perfeito amadurecimento das uvas. O solo pedregoso ajuda na rápida drenagem das águas da chuva. O resultado são uvas sadias e ricas em polifenóis e açúcares naturais. Para completar o processo, a Villaggio investiu em equipamentos de última geração para trazer ao seu vinho a sofisticação almejada. Atualmente são oito rótulos: Primiero, Montepioli, Sauvignon Blanc, Donna Enny, Rosé, Selvaggio, Ana Cristina e Roberto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.