Urticária crônica espontânea pode desencadear reações de ansiedade e tristeza

A urticária crônica espontânea é a forma mais frequente das urticárias crônicas. Não é uma doença contagiosa e nem maligna, mas provoca intenso desconforto para o paciente. A coceira é incômoda e, por sua duração arrastada, pode trazer profundas alterações na qualidade de vida. Os maiores problemas encontrados são:

· Interferência na vida social, com amigos, colegas de trabalho ou escola e até mesmo na família, por preconceito e medo de contágio.

· Sono alterado seja pela coceira como pelo efeito colateral de alguns antialérgicos.

· Dietas rigorosas e limitantes, porque é comum o conceito de que urticária tem causa alimentar.

· A pessoa ou a família, no caso de crianças, tem pânico de que o indivíduo morra por um choque anafilático.

· Sentimentos de desânimo, tristeza, ansiedade e pânico por medo das crises.

 

Para avaliar a qualidade de vida, é utilizado um questionário, composto por perguntas simples, que pode ser rapidamente respondido pelo próprio paciente. “Esta avaliação é fundamental para verificar a resposta ao tratamento. É comprovado que o controle da doença melhora a autoestima e também a qualidade de vida do paciente”, comenta Dra. Solange Oliveira Rodrigues Valle, membro do Deptº. de Urticária da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

A avaliação diária da intensidade da urticária é útil tanto para o paciente quanto para o médico, e com esta finalidade foi criada uma tabela chamada UAS 7 (Urticaria Activity Score – Escore de Atividade de Urticária), que avalia o número de lesões e a intensidade da coceira.

“A UAS7 deve ser preenchida pelo paciente, uma vez por dia, no mesmo horário, na semana anterior à consulta. No sétimo dia, os pontos serão somados e levados ao médico. Na consulta, o médico analisará a pontuação final e assim terá um parâmetro objetivo para avaliar a melhora da urticária”, explica a Dra. Maria de Fátima Epaminondas Emerson – Coordenadora da Comissão especial de Assuntos Comunitários da ASBAI.

O UAS7 é uma ferramenta útil para monitorar a atividade das urticárias crônicas espontâneas. A finalidade é avaliar a eficácia do tratamento e definir melhor a conduta mais adequada.

“A Agonia da Urticária: O Que Fazer Quando a Coceira e os Inchaços Não Vão Embora” é o tema da Semana Mundial de Alergia 2017, que acontece entre os dias 02 e 08 de abril em todo o mundo.

Sobre a ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1946. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cujo objetivo é promover o estudo, a discussão e a divulgação de questões relacionadas à Alergologia e à Imunologia Clínica, além da concessão de Título de Especialista em Alergia Clínica e Imunologia a seus sócios, de acordo com convênio celebrado com a Associação Médica Brasileira. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 estados brasileiros.

Serviço
Twitter: @asbai_alergia
Facebook: Asbai Alergia
www.asbai.org.br

 

gengibrecomunicacao@comuniquese2.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.