Hipoglicemia pode aumentar risco cardiovascular

Casos clínicos reais e estudo sobre o tema desenvolvido na Universidade Estadual de Maringá serão debatidos durante o Congresso EndoSul 2017 em Curitiba

Distúrbio causado pela baixa concentração de glicose no sangue (valores abaixo de 70 mg/dl), a hipoglicemia é um problema que precisa de um rígido controle e acompanhamento médico. Isso porque há uma série de estudos que relacionam a concentração baixa da glicose no sangue com os fatores de risco cardiovascular. O tema será tratado durante a 11ª edição do EndoSul – Congresso de Endocrinologia e Metabologia da Região Sul, que acontece dias 4, 5 e 6 de agosto, em Curitiba. O evento contará com a participação de médicos e profissionais de outras áreas da saúde do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“A hipoglicemia representa atualmente um dos maiores obstáculos para a aquisição de um bom controle glicêmico em pacientes diabéticos tratados particularmente com insulina, ocorrendo em aproximadamente 90% destes indivíduos”, afirma o endocrinologista Wilson Eik Filho, de Maringá, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Paraná (SBEM-PR). “As hipoglicemias comprometem significativamente a qualidade de vida dos pacientes afetados e o tratamento é feito com a administração de açúcares por via oral (hipoglicemias leves), ou de glicose por via venosa ou glucagon por via subcutânea ou intramuscular, nos casos de hipoglicemia severa”, explica Wilson Eik.

Em conjunto o cardiologista José Faria, da PUC-PR, Wilson Eik ministra a oficina teórico-prática “Hipoglicemia e outros marcadores de risco cardiovascular: Aplicação Prática”, com base em casos clínicos reais. “Pretendemos discutir um modelo de pesquisa menos invasivo, desenvolvido a partir de um estudo na Universidade Estadual de Maringá, para avaliar a presença de marcadores de risco cardiovascular aumentado em pacientes com hipoglicemia e adotar medidas de controle da frequência e severidade da hipoglicemia, bem como de prevenção de doenças cardiovascular”, diz o médico.

Organizado pela SBEM-PR, o Congresso EndoSul 2017 será realizado na sede da Associação Médica do Paraná, em Curitiba. Confira a programação completa de palestras e mais informações no site: http://www.endosul2017.com.br/

Dr. Wilson Eik, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Divulgação)

SERVIÇO
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Paraná | SBEM-PR

E-mail: sbempr@endocrino.org.br
Av. República Argentina, 369, cj. 1101, 11º andar,
Água Verde, Curitiba/PR CEP: 80240-210
Fone: (41) 3343-5338
www.sbempr.org.br|  www.facebook.com/sbemparana