Educação: Volta às aulas | Sion Curitiba

RETOMADA DA ROTINA AUXILIA CRIANÇAS E PAIS NA VOLTA ÀS AULAS

A expectativa do retorno às aulas requer dos pais e familiares uma programação de restabelecimento das atividades e horários praticados durante o período escolar. Confira algumas dicas

O momento de reinício das aulas geralmente traz um desafio para pais, familiares e para os próprios estudantes: como voltar da forma mais tranquila e produtiva possível à rotina escolar depois da liberdade de horários e atividades do período de férias? No meio do ano, fica ainda um pouco mais complicado, pois as férias de julho são um intervalo mais curtinho nos estudos e ainda há o compromisso com os resultados do semestre final, o que pode se refletir em um grau de ansiedade maior na medida em que os dias de voltar à classe se aproximam. Mas há solução, aponta a educadora Thais Lira França Adorno, professora de Língua Portuguesa no Colégio Nossa Senhora de Sion de Curitiba, com reinício das aulas em 31 de agosto.

“Há procedimentos e atitudes que os pais e familiares podem tomar que ajudam os estudantes a voltar ao dia a dia escolar de forma mais fluente. Algumas ações tomadas em casa podem ajudar os pais a retomar a rotina escolar sem que os alunos fiquem estressados”, enfatiza Thais.

Colégio Sion Curitiba. Educação.

Com uma proposta pedagógica que conjuga experiências e estudo, o Colégio Sion Curitiba estimula o aprendizado interativo. Na volta às aulas, o acompanhamento pelos pais da rotina dos filhos pode ajudá-los em sua produtividade. (Crédito foto: Divulgação.)

 

Entre estas atitudes, ela indica a retomada da rotina. “Os horários familiares ao cotidiano, de dormir, de acordar, das refeições, podem ser gradualmente retomados, para que o estudante não estranhe tanto no reinício das aulas”, observa. “Além disso, é importante dar uma especial atenção ao estabelecimento e à manutenção dos horários de rotina nas primeiras semanas de aula. O aluno pode estar acostumado com a maior liberdade de horários das férias, então, precisa de um direcionamento para dormir e acordar mais cedo, por exemplo”, recomenda.

Tais ações, assinala Thais, vão impactar inclusive na produtividade nas atividades em classe. “Com os horários restabelecidos com menos stress, o aluno se sentirá menos cansado e poderá assim se sentir melhor disposto para interagir e aprender em sala de aula”, considera.

 

DIÁLOGO

A educadora Thaisa Rodbard Mileo, professora de Educação Física do Colégio Sion Curitiba, lembra que outro ponto importante está no diálogo e no incentivo constante em casa. “Isso faz toda a diferença não só para dosar a ansiedade do aluno mas também para deixá-lo sempre motivado”, orienta. “Diálogo e parceria entre pais e filhos são um ponto fundamental para estabelecer uma relação de cumplicidade que será muito positiva para a educação e o desempenho escolar, e isso vale para todas as idades, dos menores àqueles que já estão no Ensino Médio”, ressalta.

“É muito importante conversar. Por exemplo, no retorno às aulas, vale perguntar aos estudantes como foi o dia na escola, o que estão aprendendo e do que gostam nas disciplinas que estão estudando”, sugere. “E esta é uma relação de mão dupla: é muito motivador para a criança e o adolescente ouvir os pais e as pessoas próximas contarem sobre como era o seu tempo de escola. Isso os motiva a aprender para compartilhar histórias com as pessoas que são exemplos para eles”, orienta.

Colégio Sion Curitiba. Educação.No Sion Curitiba, a associação de duas metodologias inovadoras, a Montessori e a Ramain, proporciona um aprendizado dinâmico e personalizado, que auxilia o aluno a retomar sem stress o cotidiano escolar. (Crédito foto: Divulgação.)

 

TAREFAS

Mais um ponto que faz toda a diferença está no acompanhamento da das tarefas de casa. “No Sion, enviamos como tarefa de férias aos nossos alunos a leitura de um livro, que será trabalhado de diversas formas nas primeiras semanas de retorno às aulas. Se ele não tiver lido o livro, terá dificuldades para fazer estas atividades”, conta Thais Adorno. “É interessante então que, quando for o caso, os pais incentivem o aluno a realizar sua atividade de férias. No livro de férias, por exemplo, podem perguntar sobre a obra, de que se trata, do que estão gostando, em que estágio do livro estão, podem pedir um relato da história. São formas de manter o estudante envolvido com a atividade sem que se sinta pressionado”, ilustra.

Em relação às tarefas de casa, Thaisa Mileo complementa a indicação de Thais, lembrando que é importante redobrada atenção por parte dos pais e familiares nas primeiras semanas de retorno às aulas. “Acompanhar a realização das tarefas de casa é sempre um aspecto muito importante na educação dos filhos. E, no retorno às aulas, é comum que os alunos não estejam no ritmo de fazer tarefas, então, esta proximidade dos pais se mostra ainda mais necessária”, destaca Thaisa.

Além das tarefas, vale envolver os estudantes nas atividades de preparação para o retorno às aulas. “Chamá-los para verificar como estão os uniformes, a mochila, a lancheira, os materiais, o que precisa ser substituído, é uma forma de envolvê-los. E ainda ajuda a desenvolver noções de responsabilidade e cuidado, reforçando esta que é uma filosofia muito forte trabalhada no Sion”, comenta Thaisa. “O conceito de uma atuação responsável e sem desperdícios forma um adulto voltado ao bem-estar próprio e coletivo, em um aprendizado que ele levará para toda a vida”, nota.

 

PAIS

Não só os alunos, mas os pais também criam expectativas no retorno às aulas. No caso do casal Leandra Kely Grzyb Barbosa e Paulo Manoel Barbosa, este será um momento ainda mais especial. Seu filho, Pedro Paulo, de 1 ano e 8 meses irá pela primeira vez à escola, iniciando no Maternal I. “A primeira escola de uma criança é um momento muito importante. Deve ser uma escolha muito cuidadosa, porque vai ter grande influência no seu desenvolvimento”, assinala Leandra. “Estava convencida de que antes dos 2 anos não colocaria o Pedro Paula na escola. Mas quando encontrei o Sion mudei de opinião, havíamos encontrado a escola de nosso filho. Saímos de nossa primeira visita, em que fomos, a princípio, apenas para conhecer o colégio, com nosso filho matriculado para iniciar no maternal”, revela.

Para preparar Pedro Paulo para o início das aulas, Leandra e Paulo Manoel fizeram uma nova visita ao Sion, desta vez junto com o filho. “Ele está empolgadíssimo, já tem até uniforme. Conta para todo mundo sobre a escola, que tem peixe, arara. Ele é um primor, um tesouro, uma criança muito esperada por nós e muito amada. É muito importante que vá para a escola certa, que tenha ótimas experiências de convívio e de aprendizado”, enfatiza.

 

SOBRE O SION

Referência no ensino, o Colégio Nossa Senhora de Sion de Curitiba une tradição e atualização constante, atuando com base na inovadora linha pedagógica da Metodologia Montessori associada ao Método de Psicomotricidade Ramain.  Com proposta educativa voltada ao desenvolvimento humano, o Colégio Sion Curitiba prepara há 111 anos pessoas e cidadãos com inteligência emocional, aptos a se posicionar diante dos desafios da vida com resiliência, sabedoria e tolerância, características mais que necessárias ao agitado cotidiano contemporâneo.

 

BOX 

8 dicas para o retorno às aulas sem stress

  1. Retome gradualmente os horários da rotina habitual: dormir, acordar, refeições
  2. Acompanhe o cumprimento dos horários, em especial nas primeiras semanas de aula
  3. Nas férias, converse sobre as tarefas passadas pela escola, se for o caso, pergunte em que estágio estão, mostre interesse
  4. Converse sobre o dia a dia na escola, incentive o aluno a contar o que acontece em seu cotidiano escolar: acontecimentos, disciplinas e temas favoritos e que consideram mais difíceis
  5. Conte sobre o seu cotidiano escolar, como era, do que gostava, o que mais lhe interessava em temas parecidos com aqueles que seu filho está estudando
  6. Acompanhe as tarefas de casa, estabeleça com seu filho uma rotina para que ele possa realizá-las, pergunte sobre elas, peça para ver, demonstre interesse
  7. Dialogue sempre, estabeleça desde cedo uma relação de cumplicidade com o seu filho sobre o aprendizado na escola, ele vai se sentir mais motivado
  8. Faça relações cotidianas com o conteúdo que está sendo aprendido na escola sempre que possível, através de um filme, de uma brincadeira, de uma viagem, de uma visita a um parque, museu ou mesmo ao supermercado.

Serviço:

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION DE CURITIBA

Bairros: Sion Batel e Sion Solitude

Cursos: Educação Infantil; Ensino Fundamental I; Ensino Fundamental II; Ensino Médio; Período Integral

Fone: 41 3019-6155 (Batel) | 41 3226-6161 (Solitude)

Endereço:

Alameda Presidente Taunay, 260 (Batel)

Rodovia Curitiba-Paranaguá BR 277, 4761 (Solitude)

Site: www.sioncuritiba.com.br

Facebook: www.facebook.com/sioncuritiba

Instagram: @sioncuritiba

Blog: http://sioncuritiba.com.br/noticias