Médico brasileiro representa a Agência Internacional de Energia Atômica da ONU em simpósios na Argentina

Photo by: Gutolavigne (www.gutolavigne.com)

O cardiologista João Vítola, diretor geral da Quanta Diagnóstico e Terapia, desembarcou em Buenos Aires (Argentina) no domingo, 13 de agosto. Ele participa de uma missão oficial como consultor da Agência Internacional de Energia Atômica da Organização das Nações Unidas (AIEA – ONU), que tem o objetivo de ajudar a reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares na América Latina.

Na segunda (14) pela manhã, ele visitou a Fundação Centro Diagnóstico Nuclear, o Centro PET Academia Nacional de Medicina e o Hospital Nacional Professor Alejandro Posadas. No período da tarde, palestrou no Workshop de Imagem Cardiovascular com o tema “Avaliação do paciente com doença coronariana suspeita: integração da Cardiologia Nuclear e angiotomografia”. Na terça-feira (15), participará do Simpósio de Imagens Cardiovasculares, com a palestra “O papel atual da Cardiologia Nuclear para estratificação de risco e para orientar a terapêutica do paciente coronariopata”.

No fim de semana, dias 19 e 20, o cardiologista estará em Calafate (Patagônia Argentina), no Simpósio da Associação Argentina de Cardiologia Nuclear, juntamente com o presidente da Sociedade Americana de Cardiologia Nuclear e cárdio-oncologista, Raymond Russell. João Vítola palestrará no sábado sobre “O combate da mortalidade por doença cardiovascular em países em desenvolvimento: papel das Agências das Nações Unidas”, e no domingo sobre “Projetos científicos recentes da Agência Internacional de Energia Atômica para o avanço da Cardiologia Nuclear mundial”.