Semifinal do MasterChef chega a 8 pontos e alcança a liderança

A semifinal do MasterChef exibida nesta terça-feira (15) registrou pico de 8 pontos de audiência, marcando 6,5 pontos de média e share de 12%. A Band conquistou o terceiro lugar isolado no horário (22h29 à 00h48) e ainda alcançou a liderança por 5 minutos e a vice-liderança por 17 minutos.

No programa de ontem, Deborah, Michele e Valter tiveram de reproduzir pratos dos campeões das temporadas anteriores do MasterChef: filet mignon com couve-flor roti e purê de limão (Elisa Fernandes), ravioli de pupunha com abóbora defumada e molho de cogumelos selvagens (Izabel Alvares) e polvo grelhado com arroz vermelho de pancetta e emulsão de hortelã (Leonardo Young). Deborah venceu a prova ao reproduzir o prato de Izabel e garantiu sua vaga na final.

Na última prova de eliminação da temporada, Michele e Valter tiveram de preparar uma entrada clássica da culinária francesa, o Terrine em Croûte. Os dois competidores também precisaram preparar um prato principal que harmonizasse perfeitamente com o terrine. Michele apresentou menos erros que Valter e vai disputar a grande final com Deborah.

Em entrevista ao Portal da Band, Valter explicou que problemas pessoais afetaram seu desempenho na semifinal. “Eu perdi o foco. Estou cheio de problemas pessoas. A minha vida pessoal está um desastre fora daqui. Roubaram a minha casa, bateram no meu carro, minha relação está complicada… Isso fez com que eu perdesse o foco”, resumiu.

“O resultado é que eu cozinhei pensando na minha vida e não na minha comida. Cozinhei por obrigação. Cozinhar é paixão e, se tudo não traz uma energia boa contigo, se tu não sente prazer naquilo que você está fazendo, você não consegue cozinhar bem”, completou.

Segundo Valter, ele não mudaria sua estratégia para a semifinal, se pudesse voltar atrás. “Para mim, o meu prato estava tudo certo. Senão, eu não tinha feito. Apostei em uma receita clássica que eu já fiz, que era uma receita campeã. A Michele fez algo que talvez ela nunca tivesse feito. Inovou e, talvez, por isso tenha ganhado alguns pontos”, explicou.

“Eu teria feito a mesma coisa se tivesse outra chance. Meu ponto alto aqui no MasterChef foi saber jogar e, na semifinal, eu não soube jogar. Estava com a cabeça em outro lugar, esqueci meu jogo. Acabei deixando passar em vão essa chance de ir para a final”, afirmou.

Questionado para quem está torcendo, o produtor de eventos disse que qualquer uma das finalistas é merecedora do título de MasterChef Brasil. “Estou torcendo para a vencedora. Tanto faz se ganhar a Michele ou a Deborah”, garantiu.

Valter deixou a competição nesta terça-feira

Próximo episódio

Na próxima terça-feira (22), Deborah e Michele disputam a grande final. As cozinheiras terão de conquistar o paladar dos jurados com menus autorais completos: entrada, prato principal e sobremesa. As duas finalistas serão premiadas com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para compras com o cartão Carrefour. A grande vencedora vai ganhar R$ 200 mil, uma bolsa de estudos de técnicas culinárias na Le Cordon Bleu, em Paris, um kit de produtos Tramontina e o troféu de MasterChef. A segunda colocada também ganhará um curso na Le Cordon Bleu Ottawa, no Canadá.

MasterChef Brasil, formato da Endemol Shine Group, é uma co-produção da Band com o Discovery Home & Health. O programa vai ao ar todas as terças-feiras, às 22h30, na tela da Band (com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones). A atração também é exibida às sextas-feiras, às 19h20, no Discovery Home & Health, com reapresentação aos domingos às 21h45. Saiba mais sobre o programa emwww.band.com.br/MasterChef e curta nossa página no Facebook https://www.facebook.com/bandtv. Siga também nosso Twitter (@bandtv) e Instagram (@band).

comunicacaoband@comuniquese2.com.br